Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

roteiro do algarve sem multidões: tavira e cacela, o que fazer, onde dormir e onde comer

Este é daqueles roteiros que já fazemos praticamente de olhos fechados. É a nossa zona preferida do Algarve, onde passamos férias todos os anos. Tem melhor tempo, a água do mar parece uma piscina de água salgada quente e conseguimos encontrar quilómetros de praia deserta até mesmo em agosto. 

E já que íamos a "trabalho" para fazermos no nosso segundo roteiro com a SEAT, fizemos questão de passar um fim-de-semana a dois, sem crianças, agora, fora de época, para explorar as últimas novidades. E qual é a maior atração desta região (além do medronho e da alfarroba que seriam as duas primeiras coisas que viriam à cabeça do meu querido Marido Mistério)? As praias, claro. As opções são várias e todas ótimas.

Ria Formosa.jpg

As Praias

A ilha de Tavira, por exemplo, tem 11 km de comprimento e só quatro praias (o que quer dizer que há muita areia deserta e não concessionada). Em qualquer uma delas pode optar por andar alguns metros para o lado e ter um gigantesco pedaço de areia só para si. O acesso é feito através de barcos que partem de Tavira ou do cais das Quatro Águas. Também pode ir a pé atravessando uma ponte que se situa junto da aldeia de Pedras D’el Rei, onde pode apanhar o mítico comboio até à praia.

Quando sair do comboio vai encontrar mesmo em frente a Praia do Barril, que é concessionada e tem vários apoios de praia com muita gente em agosto. Para a direita, depois de andar bastante a pé, tem a Praia do Homem Nu (não será difícil adivinhar porque é que tem este nome, não é verdade?). É uma praia deserta, selvagem sem qualquer equipamento de apoio, ideal para quem gosta de naturismo. Há ainda a Praia da Ilha de Tavira, mas como tem um parque de campismo mesmo ao lado e vários restaurantes, seria a nossa última escolha no verão. A Praia da Terra Estreita é bem mais tranquila e agradável.

tavira.jpg

 

roteiro de lisboa: 50 sítios que tem mesmo de visitar para conhecer o outro lado da cidade

lisbon-344765_1280.jpg

Quando a SEAT nos desafiou a fazer uma série de roteiros ao volante dos vários modelos da marca, o meu primeiro pensamento foi: “Ai Jesus, que vou espatifar o carro dos senhores”. Eu estou sempre a bater com o meu em todo o lado, imaginem a responsabilidade! Ficou decidido, para bem da Humanidade, que Ele guiava e eu escrevia. Um acordo claramente injusto para o meu lado, já que, enquanto ele guiava um SEAT Arona por Lisboa, eu tirava notas e trabalhava pelos dois. Há uns, como o Salvador Sobral, que amam pelo dois. No meu caso, trabalho pelos dois.

lisboa-2872396_1280.jpg

1 (18).jpg

 

roteiro de sonho na comporta, um dos 25 melhores destinos do mundo segundo o new york times

comporta café.jpeg

Quando o New York Times – essa bíblia do jornalismo de referência – decreta, nós fazemos uma vénia. E desta vez, sou obrigada a concordar em género, número e grau com esta escolha. Todos os anos, o jornal norte-americano elege os destinos a conhecer e, dos 52 locais, a “nossa” Comporta está num honroso 25º lugar.

O New York Times chama-lhe “O anti-Algarve, a uma hora de Lisboa”. Explica que ao, contrário da região mais turística do país, a hippie-chic Comporta, uma antiga aldeia de pescadores, é uma reserva natural protegida, deliberadamente pouco desenvolvida mas repleta de europeus de topo. O jornal refere-se obviamente aos já habitués Christian Louboutin, Philip Starck e à família real do Mónaco, entre outros.

 

 

10 razões que fazem do porto o melhor destino europeu de 2017

the-yeatman-outdoor-pool_13830048404f1555c260593.j

Já ganhou em 2012 e 2014, e prepara-se para arrasar mais uma vez. A cidade do Porto está nomeada, pela terceira vez, para o prémio Melhor Destino Europeu. É, aliás, a única cidade portuguesa a integrar o leque de 20 finalistas este ano.

Há milhares de razões que fazem do Porto uma das cidades mais deslumbrantes do mundo. Mas só para começo de conversa dou-lhe aqui 10 razões que nos fazem voltar lá sempre que podemos. 10 motivos que, por si só, já justificavam a vitória no Porto nesta votação. Agora, se ainda por cima, juntar todos os outros, então não consigo perceber porque é que não ganhámos já.

 

o roteiro de lisboa que não aparece nos guias turísticos

Que Lisboa está na moda já não é novidade para ninguém, que Lisboa é linda todos sabemos, que Lisboa tem uma luz única também já nem é notícia, agora que Lisboa tem cada vez mais lugares incríveis, trendy e originais para descobrir é motivo para celebrarmos e fazermos um roteiro diferente e alternativo. Tal como fizemos para o Porto, aqui fica uma sugestão para um fim-de-semana em cheio em Lisboa. Sem turistas de máquina fotográfica ao lado.

 

Sexta-feira

Onde dormir

3.jpg

Se é para ser alternativo, comece por escolher um alojamento diferente. Em vez dos hotéis do costume, porque não instalar-se no Alfama Chic? Vá ao site Airbnb e delicie-se com os apartamentos de Estelle, uma francesa que se apaixonou por Lisboa e que aluga as suas deliciosas casas a turistas por 60 euros por noite (o loft onde cabem 4 pessoas) ou 150 euros por noite (um apartamento que alberga 9 pessoas!).

 

o roteiro do porto que não aparece nos guias turísticos

18808436_1RECU.jpeg

Não vou aqui falar da maravilhosa Ribeira, das imponentes caves do vinho do Porto em Gaia, dos típicos rabelos, da inevitável torre dos Clérigos, da lindíssima livraria Lello, do incontornável Palácio da Bolsa, do fantástico Museu de Serralves, da surpreendente Casa da Música ou do mítico Café Majestic. Tudo isto vale a pena mas estes locais encontra em todos os roteiros. Vou falar-lhe de sítios diferentes, alternativos e, claro, trendy. Aqui fica a minha sugestão para um fim de semana fora dos roteiros turísticos no Porto:

 

roteiro para conhecer portugal de copo de vinho na mão

20121216174016_FPNPHQ5QH9PJ86DE380N.jpg

No meio da crise política no Parlamento, da crise desportiva no Benfica e da crise capilar de Cristina Ferreira, só nos resta uma alternativa: pegar no copo de vinho e partir. Não precisa de apanhar a primeira nave espacial para Marte, basta apanhar o primeiro barco para o Douro. Ou o primeiro comboio para o Alentejo (espere, parece que a crise acabou com quase todas as linhas férreas no Sul). Mas o meio de transporte não é o mais importante. Aqui o decisivo é escolher os melhores hotéis que produzem os melhores vinhos. E marcar umas férias para descansar e provar.

 

roteiro para umas férias tranquilas na barragem do alqueva no alentejo

Grande Lago de Alqueva junto ao ancoradouro de Mon

Há algum sítio no Mundo onde consiga nadar durante uma tarde inteira sem ver ninguém à sua volta? Há, pois. E não precisa de fazer uma viagem de 15 horas de avião, com quatro escalas e três trocas de aeroporto? Não, senhor (e senhora, já agora...) Este verdadeiro paraíso na Terra (já pareço um anúncio a uma agência de viagens de Barcarena) chama-se Alqueva e fica numa das regiões mais bonitas do Alentejo. Longe das confusões, das enchentes e das turbas de turistas. Longe das excursões, dos Club Med e das criancinhas aos gritos enquanto dão dolorosos chapões na piscina. Aqui há animais, planícies, barragem e o melhor céu do mundo para ver as estrelas – ah, também há um veleiro e isso faz toda a diferença. Mas, como dizia o esquartejador, vamos por partes.

 

 

roteiro para o fim-de-semana alargado (e para almoçar no dia da mãe, claro!)

Quinta-feira é dia de trabalho, certo? Numa semana qualquer, talvez. Nesta, em especial, não. E porquê? Em primeiro lugar, porque amanhã é feriado – e isso quer dizer que devia estar, neste momento, a planear aquilo que vai fazer fora do escritório (sim, há uma vida para lá do escritório). Em segundo lugar, porque este vosso querido casal estreia, às 19h30, na vossa não menos querida Rádio Comercial, uma rubrica semanal de palpites e sugestões para o fim-de-semana – e isso quer dizer que amigo ou amiga a sério devia estar, neste momento, já de ouvido grudado à telefonia (adoro esta palavra!) a contribuir para o aumento das audiências. 

Agora, largue lá o que está a fazer e foque-se no que é realmente importante: como é que vai ocupar três maravilhosos dias de descanso? Quer ideias? Nós temos ideias. 

 

Para passar o fim-de-semana fora em Óbidos

16531724_wKUlU.jpeg

Rio do Prado

Quartos com paredes de vidro, banheiras no meio do quarto, fogueiras acesas no jardim para beber um aperitivo antes do jantar – passar aqui um fim-de-semana alargado é experimentar cada uma destas coisas. E ainda tem uma boa piscina, um óptimo restaurante e um fantástico bar de gins.