Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

bolachas vegan e deliciosas, o lanche perfeito para as crianças levarem para a escola

Se há coisa que eu não sou é fundamentalista. Nunca fui adepta do exagero e do extremismo. São demasiado perigosos. A única coisa que eu exagero na minha vida é a comer, lá isso é verdade. Devia exagerar nas dietas, mas infelizmente nunca chego a essa fase. Desisto quase sempre na linha da partida. Isto para dizer que não sou nem vegan nem vegetariana, nem nada que se pareça. Agora gosto de experimentar pratos diferentes e, de preferência, saudáveis. E gosto, sobretudo, que os nossos filhos tenham uma alimentação variada e equilibrada. Estas bolachas, que descobri no blog Wallflower Kitchen, são incrivelmente fáceis de fazer, demora cerca de 20 minutos ao todo, e são surpreendentemente deliciosas.

Só precisa de manteiga sem lactose (ou margarina ou creme de origem vegetal), pasta de baunilha, açúcar refinado e farinha peneirada. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para cerca de 20 bolachas, espreite aqui a receita original.

IMG_2117.jpg

 

 

peitos de frango recheados com espargos e queijo, o jantar perfeito contra o mau humor de segunda-feira

É oficial: um estudo científico divulgado esta semana provou que a segunda-feira é o pior dia da semana. Eu acho que não precisava desta investigação, da Universidade do Vermont, nos Estados Unidos, que se deu ao trabalho de analisar 50 milhões de tweets por cada dia da semana, para chegar à mesma conclusão que toda a gente já chegou há décadas: as segundas-feiras são um dia de mau humor. Péssimo humor! Terrível humor!

Segundo os resultados desta análise das mensagens enviadas por toda a gente através do Twitter, o humor está no fundo do poço à segunda-feira. Depois, vai crescendo lentamente à medida que a semana avança até atingir o seu pico ao sábado. Ao domingo, cai ligeiramente e à segunda há uma hecatombe que nos atira para o nível de estado de espírito do José Sócrates cada vez que vê um polícia à frente.

E é exactamente para melhorar o meu habitual humor de segunda-feira que hoje guardei para o jantar uma receita fácil, deliciosa e cheia de queijo derretido a escorrer, do delicioso blog I Wash, You Dry.

Trata-se de uns fantásticos peitos de frango recheados com espargos e queijo que só levam seis simples ingredientes. Além dos peitos de frango, dos espargos e do queijo, vou precisar de paprika, raspas de limão e alho em pó (só por não precisar de cortar o alho, já estou a pressentir o humor de terça a chegar). Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Asparagus-Stuffed-Chicken-7-copy.jpg

 

pizza de frango, tomatinhos cherry e molho pesto com base de baguette

De facto, “a necessidade aguça o engenho”, que é como quem diz, “quem não tem cão caça com gato”. OK. Vou parar com os provérbios e as frases feitas antes que o meu querido Marido Mistério me ponha as malas à porta. Mas que esta receita do imprescindível site The Kitchn é uma excelente ideia para quando não temos massa de pizza em casa, lá isso é! O fim-de-semana aproxima-se perigosamente, o que significa que vamos ter a casa cheia de miúdos esfomeados e são receitas como estas que me fazem suspirar de alívio.

Para fazer esta maravilha, vou precisar de azeite extra-virgem, peitos de frango sem pele cortados em pedaços, sal, uma baguette, molho pesto, tomates cherry cortados ao meio, queijo mozzarella ralado e lascas de parmesão para decorar.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

579790e619347ae09990d090dac829f441edf2f6.jpeg

 

 

rolinhos de lasanha de ricotta vegetariana para refrescar este dia de calor

Trinta e sete graus em Outubro?! Alô, Santarém, o que é que se passa aí? Como é que vamos resistir a esta onda de calor fora de mão? Como é que vamos conseguir refrescar-nos perante esta invasão do deserto do Saara? Como é que vamos pôr algum juízo neste Outubro destrambelhado?

Pois bem, eu tenho a resposta para todas as perguntas que o atormentam hoje: com uma deliciosa lasanha de ricotta. E porquê?, pergunta Vossa Excelência muito avisadamente. Porque este é um prato frio? Porque não precisa de ligar o forno? Porque nos refresca o corpo? Não. Não. E não. Resumindo, não faço a mínima ideia porque é que esta lasanha poderia refrescar um dia de calor, mas o que sei é que a vou fazer hoje para o jantar e aviso já que pode ser perigoso contrariar um maluquinho que não diz coisa com coisa.

A receita é do fabuloso blog Gal on a Mission e é tão fácil de fazer que nem vai acreditar. Tudo o que precisa é de molho de tomate, espinafres picados, queijo ricotta, mozzarella e parmesão ralados, um ovo e massa para lasanha pronta a ir ao forno. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

lasanha.jpg

 

 

barras de nozes pecan com apenas 5 ingredientes, o snack que vai mudar o seu dia

Domingo é o dia ideal para planear a semana que se segue. Contra mim falo porque nunca planeio nada. Mas num mundo perfeito, eu planearia oa jantares, os lanches dos miúdos e os snacks para levar para o trabalho. O meu mundo nunca foi perfeito, mas posso contribuir para que o dos outros seja. Por exemplo, e se fizer hoje esta maravilha que descobri no blog Tutti Dolci, All Sweets? Estas barras de nozes pecan são ideais para levar para o trabalho ou para os miúdos levarem para a escola.

Só precisa de xarope de ácer, açúcar, manteiga sem sal, água, nozes pecan tostadas e picadas e flor de sal.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

Maple-Pecan-Brittle-1-copy.jpg

 

 

tarte folhada de alcachofra, brie e molho pesto, uma receita tão fácil que até eu consigo fazer

Hoje vou fazer uma surpresa ao meu querido Marido Mistério. Ele tem trabalhado tanto que merece uma folga na cozinha, pobre alma. Eu também tenho trabalhado muito mas a verdade é que quando chegamos a casa, é Ele que põe o avental. Claro que eu ponho a mesa com a ajuda dos miúdos, arrumo a cozinha, tempero a salada, faço coisas importantíssimas. Mas que culpa tenho eu que Ele tenha a mania que é o Rei do Fogão?

De qualquer maneira, como sou uma alma magnânima, hoje vou fazer esta maravilha facílima e deliciosa que descobri no ótimo blog da Donna Hay. Só porque é fácil. E deliciosa. E irresistível. Eu sei. Estou a repetir-me. É da fome.

Só preciso de 5 ingredientes: massa folhada, queijo Brie partido em pedaços, alcachofras marinadas, um ovo ligeiramente batido e molho pesto. E, claro, sal e pimenta preta moída para temperar.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

artichoke_pesto_brie_tart.jpg

 

 

batata doce recheada com bacon e queijo, uma receita pura e simplesmente irresistível

Hoje o nosso jantar vai ser diferente. Não há cá bifes, nem frango, nem salmão. Os nossos Mini-Misteriosos não vão ter razão de queixa. Vão adorar estas fantásticas e crocantes batatas doces com bacon e queijo no forno que descobri no ótimo blog Sally’s Baking Addiction. Até vão chorar por mais.

Só vou precisar de quatro batatas doces médias, azeite, leite, sal, pimenta preta moída, queijo ralado à sua escolha (pode ser cheddar ou mozzarella ou ambos), bacon (já cozinhado e crocante) e natas azedas e cebolinho picado para servir.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 8 pessoas, espreite aqui a receita original.

Simply-Loaded-Sweet-Potato-Skins-what-a-great-snack-or-side-for-game-day-3.jpg

 

fatias de tomate panadas com abacate e ovos escalfados: o brinner instalou-se de vez na mansão mistério

Esta nova moda do brinner veio para ficar na Mansão Mistério, sobretudo aos domingos à noite. Este é daqueles dias da semana em que a preguiça atinge um ponto tal que não nos apetece fazer absolutamente nada, nem mesmo o jantar. E esta ideia de fazer uma espécie de pequeno-almoço ao jantar foi implementada cá em casa aos domingos depois de uma votação em que o brinner, curiosamente, venceu por unanimidade. Hoje, o nosso jantar-que-na-prática-é-também-um-pequeno-almoço é esta deliciosa receita que descobri no blog Taming of the Spoon. É surpreendente, é deliciosa e é fácil de fazer, o que é tudo o que precisamos num domingo à noite.

Para fazer esta receita, precisa de ter em casa um tomate grande verde, sal, pimenta preta moída, farinha, um ovo grande, leitelho, pão ralado panko e azeite. Depois vai precisar também de um abacate médio, sumo de limão fresco e mais ovos.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 2 a 4 pessoas (depende da fome de cada uma), espreite aqui a receita original.

Fried-Green-Tomatoes-2-1.jpg

 

 

como transformar um cheesecake numas deliciosas panquecas

É a pergunta que a Humanidade devia fazer todos os domingos de manhã: o que é que nos pode levar a não comer umas panquecas ao pequeno-almoço de fim-de-semana? É claro que não me atrevo a fazer esta pergunta à minha querida Mulher Mistério, porque ela demoraria apenas cinco segundos a apresentar-me uma infinita lista de razões, que iriam desde a farinha ao açúcar, passando por todos os outros ingredientes que poderiam beliscar minimamente a sua querida e estimada dieta.

Por isso, vamos tentar manter esta conversa entre pessoas que não acham que o Fernando Póvoas é o messias do século XXI. As panquecas são fundamentais para qualquer brunch, da mesma forma que um cheesecake é fundamental para qualquer sobremesa. E então, se conseguirmos juntar umas panquecas e um cheesecake no mesmo prato, estamos perante uma das mais relevantes descobertas dos tempos modernos.

É exactamente isso que consegue fazer esta fantástica receita do maravilhoso blog Art From My Table. A massa destas panquecas leva queijo creme, o que a torna muitíssimo mais macia e fofinha. E o topping leva um extraordinário doce de morango caseiro. Que mais é que poderia precisar?

cheesecake.jpg

 

pizza de uvas e ricotta: será que o jamie oliver vai trazer esta receita para o seu novo restaurante de lisboa?

Não fique ansioso. Se ele não trouxer esta divinal pizza, pode sempre fazê-la em casa porque a receita tem tanto de deliciosa como de simples. E fica tão bem bem ao jantar como ao pequeno-almoço ou à sobremesa. A mistura das uvas meio caramelizadas com o queijo ricotta dá um toque doce e fresco à pizza. E depois ainda tem uns pinhões tostados por cima para me deixar ainda mais babado.

Melhor ainda: para fazer esta receita do Jamie Oliver, só precisa de 15 minutos e de sete ingredientes. Isto se comprar a massa da pizza já pronta. Em alternativa, pode sempre fazer a massa em casa, seguindo a receita dele aqui. Mas eu, à sexta-feira à noite, sou um fiel adepto do mínimo trabalho possível com o máximo de sabor garantido. Especialmente desde que descobri a massa de pizza fininha e estaladiça pronta a utilizar.

Além da massa, separe uvas brancas e pretas cortadas ao meio, uma colher de sopa de pinhões, alecrim fresco, açúcar (a receita original é com açúcar de baunilha, mas eu vou fazer com açúcar mascavado), vinho branco e queijo ricotta. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

4b08b621b7294b4aa2499542a905f40e--grape-recipes-veggie-recipes.jpg

 

taças de presunto crocante com queijo de cabra e figos, um aperitivo original e delicioso

Estou com aquela sensação agridoce de fim de verão. Por um lado, tenho pena de que a minha estação do ano preferida esteja a acabar mas ao mesmo tempo já me apetece que chegue o frio, a lareira acesa, os édredons, o vinho tinto acompanhado de aperitivos deliciosos e originais como este que descobri no site Pop Sugar. Estas tacinhas de presunto são ideais para cocktails ou jantares volantes: comem-se à mão e têm a minha fruta preferida: figos.

Que mais pode uma mulher desejar? Um Marido Mistério para fazer esta maravilha, pois claro.

O meu querido Ele só vai precisar de 4 ingredientes: fatias de presunto, queijo de cabra, figos cortados em quartos e vinagre balsâmico. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original. 

371c5d743351c5b9_Baked_Proscuitto_Cups_with_Figs_and_Goat_Cheese.jpg

 

bananas caramelizadas no forno com iogurte grego, um pequeno-almoço com apenas 226 calorias

- Há lá coisa melhor do que uma banana caramelizada? - Pergunto eu.

- Não estavas de dieta? - Pergunta a minha consciência.

- Estava. Mas agora vou fazer uma pequena pausa e recomeço dentro de uma hora.

O que é um pequeno parentesís na vida de uma pessoa? Eu sei que sou uma fraca mas não consigo mesmo resistir a esta receita que descobri no site Delicious MagazineComo dizem os D.A.M.A: “Não dá, não dá, não dá…”

A receita original inclui rum mas eu vou dispensar o ingrediente alcóolico porque estou seriamente a pensar em fazer esta maravilha para o meu pequeno-almoço. Na prática, tem tudo o que os nutricionistas veneram: tem fruta, tem iogurte e tem frutos secos. Claro que também leva açúcar mascavado e manteiga, mas isso agora não interessa nada. O que interessa é que são só 226 calorias por pessoa. Também não é nenhum drama!

Para fazer esta delícia, vou precisar de bananas, manteiga, açúcar mascavado, xarope de ácer, avelãs, pistácios e iogurte grego.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

cdecf81861eb336c20a77dbfaed57e00.jpg

 

 

crepes de frango no forno para preparar em apenas 15 minutos: serão estes os crepes mais fáceis de sempre?

Segunda-feira é provavelmente o dia mais difícil da semana. E não estou a falar só da semana do Rui Vitória depois de jogar contra o Boavista. Não. Segunda-feira é aquele dia de sacrifício em que contamos penosamente as horas até à próxima sexta-feira. Em que nos arrastamos pesadamente pelo escritório a imaginar o próximo gin tónico à beira-rio. Em que entramos em casa directamente para o sofá. Em que somos capazes de subornar o filho mais velho para ele nos fazer o jantar. 

Segunda-feira devia ser sumariamente abolida do calendário. Em vez de acabar com feriados, o país devia acabar definitivamente com a segunda-feira.

Mas enquanto isso não acontece, não me resta outra alternativa senão encontrar um jantar tão fácil de preparar que me faça passar pela cozinha como um verdadeiro Speedy González.

Hoje tenho uma fantástica receita do blog Recipe Tin Eats que só me vai obrigar a estar 15 minutos de avental à cintura. Trata-se de uns fantásticos crepes de frango feitos com tortillas prontas em vez de uma massa demorada. Além disso, levam frango desfiado que pode ser aproveitado dos restos do fim-de-semana. Mas o melhor é ver a lista dos ingredientes.

crepes.jpg

 

 

tostas de cogumelos com mozzarella, a entrada ideal para um dia especial

É sábado, é dia de me desgraçar e estou a sonhar com esta receita há meses. Passo a explicar. A minha querida e adorável sogra chegou-me um dia cá a casa com um presente gigante. Eu, que adoro receber presentes (quem não gosta?), desembrulhei-o com o entusiasmo de uma criança numa manhã de Natal. E qual não é o meu espanto quando me apercebo que a dileta progenitora do meu querido Marido Mistério ofereceu-nos um paralelepípedo descomunal de…terra.

- Obrigada, minha querida sogra. Não era preciso incomodar-se. Estava mesmo a precisar de um bloco gigante de…terra. Fica muito bem aqui na sala.

O meu querido Marido Mistério veio logo a correr em defesa da sua amorosa mãe.

- Obrigada, mãe. Finalmente!

A minha alma estava parva. Até que percebi o porquê de tanta felicidade. Daquele imenso bloco de terra iriam brotar dezenas, se não mesmo centenas de cogumelos. Só tínhamos de o deixar ao sol. Ah, bom! Que sorte! Cogumelos a nascerem-me em casa. Que alegria! Fungos! Bactérias! Que felicidade!

E não é que passado um tempo, começaram a crescer, pasme-se, como cogumelos. E de repente tinha o frigorífico repleto de fungos e respetivos familiares! Por isso, andei louca à procura de receitas diferentes e originais para despachar tanto cogumelo.

Foi assim que dei de caras com esta tentação que encontrei no excelente blog da Donna Hay.

Só preciso de fatias de pão (a receita original sugere uma baguette mas, a mim, quem me tira o pão alentejano tira-me tudo), azeite, flor de sal, pimenta preta moída, um dente de alho cortado ao meio, manteiga, cogumelos, alecrim, salva e mozzarella de búfala.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

05c789dff902e3ea211477b30abfa248.jpg

 

 

estes vão ser os seus ovos preferidos a partir de hoje!

Não acredita? Porquê sempre esse cepticismo teimoso? Não sou só eu que digo que estes ovos vão entrar na sua vida com o mesmo entusiasmo com que a laca entrou na vida da Lili Caneças. É o próprio jornal Huffington Post que diz que não pode haver melhor receita do que esta para o seu brunch.

Criada a expectativa, vamos então aos esclarecimentos. Estes ovos cozidos ao vapor, juntamente com um cremoso puré, foram criados pelo café Eggslut, um pequeno paraíso do brunch em Los Angeles, nos Estados Unidos, e a receita publicada agora no livro The Grand Central Market Cookbook.

Além de ser irresistível a combinação da gema líquida com o puré de batata, este prato é facílimo de preparar. E tem essa enormíssima qualidade que é deixar cozer os ovos muito levemente, dentro de um frasco fechado, sem tocarem na em nada. A clara vai ficar firme mas solta, a gema totalmente líquida. E tudo isto se vai misturando com o puré lentamente, à medida que se for servindo com a colher.

Para fazer esta delícia dos céus, só vai precsar de batata descascada e cortada em cubos, manteiga à temperatura ambiente, ovos e cebolinho. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte aqui a receita original.

59b0000b1400002000fa83e5.jpeg