Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

champanhe de ananás e coco para fingir que estamos a passar o ano nos trópicos

2016 foi um ano de loucos. Começámos o blog em dezembro de 2013 por graça. Rapidamente se transformou num prazer e num vício. Tirando o pequeno pormenor de que trabalhamos os dois e temos uma mini-equipa de futsal de filhos, diria que esta aventura tornou-nos a vida ainda mais caótica do que já era (saudades de um serão a ver séries…). Mas não estamos nem um pouco arrependidos. Estamos radiantes com o feedback dos maravilhosos leitores que temos e com o crescimento impensável do blog.

Só este ano – que ainda nem sequer acabou – tivemos 13 milhões de visualizações. Além disso, juntámos mais de 8,8 milhões de visitas e mais de 4 milhões de utilizadores. Só em pageviews foi um crescimento de quase 80% em comparação com 2015. Como se isto não bastasse, lançámos um livro que já vai na terceira edição e os nossos vídeos tiveram mais de 11 milhões de visualizações em 2016. E já temos novos projectos que surgirão em 2017.

Por isso, só temos razões para comemorar. E como é que se celebra neste blog? Em grande, claro. Como não deu para viajarmos neste final de ano, vamos brindar como se estivéssemos nos trópicos: com um delicioso cocktail de champanhe, coco e ananás, que descobri no fantástico blog Pineapple and Coconut e que se prepara em cinco minutos.

11631120533_542a828e69_b.jpg

 

o melhor aperitivo de última hora para a sua passagem de ano: palitos de batata doce com molho de iogurte de coco

Na noite de Ano Novo, a minha querida e prezada Mulher Mistério só tem uma preocupação: as irrelevâncias. No fundo, é tudo aquilo que não contribui minimamente para a sua felicidade gastronómica: as 12 passas na mão, o bolso cheio de notas, o salto de cima de um banco com o pé direito, etc.. Com isso Ela preocupa-se quase obsessivamente. Tudo o resto – ou seja, o que vamos comer e beber – é para Ela totalmente irrelevante no dia 31 de Dezembro.

Este ano, eu vou fazer greve às tradições, a começar logo pelas 12 passas pela goela abaixo, que me deixam enjoado durante uma semana e meia. Tudo o que eu quero é encontrar bons e práticos petiscos que nos permitam comer bem e em pé, que é normalmente a posição em que estamos mais de metade da noite de Ano Novo. E esta receita do fantástico blog Dolly and Oatmeal é tudo aquilo de que eu preciso: primeiro porque tem palitos de batata doce que são verdadeiramente viciantes; depois porque leva um molho de iogurte de coco dietético que é perfeito para ir molhando os palitos de batata doce enquanto conversa.

Roasted+Sweet+Potato+Wedges+w%2F+Green+Yogurt+Sauc