Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

crumble de frutos vermelhos, uma surpresa para o meu querido marido mistério

Ontem passei o dia a ouvir queixas e recriminações. Que eu não faço nada na cozinha, que é tudo Ele, tudo Ele, que estou a escravizá-lo, que nunca lhe faço surpresas, uma canseira! O meu querido Marido Mistério tanto me massacrou que quase me convenceu que eventualmente posso não ser a melhor e mais perfeita fada do lar. Hoje, para provar o quanto Ele está enganado e para o encher de remorsos resolvi preparar esta sobremesa de surpresa com a preciosa ajuda do nosso mini-misterioso com talento para a cozinha. Eu comprei os ingredientes e os meus queridos filhos mistério ajudaram-me a fazer este delicioso crumble que descobri no blog Flourishing Foodie.

Só precisei de lhes comprar manteiga, mirtilos, framboesas, morangos, farinha, açúcar mascavado, sal, flocos de aveia, manteiga sem sal derretida e gelado de baunilha. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

IMG_7940-1.jpg

 

 

este é um dos bolos mais famosos nos estados unidos, o melhor é descobrir aqui porquê

Eu sei, são 8h da manhã, está frio lá fora e a semana de trabalho ainda só tem 48 curtas horas de vida. Temos tudo para estar profundamente deprimidos, mas felizmente está aqui este seu maduro amigo para ajudar a transformar uma trriste e pesada carantonha num leve e feliz sorriso. E porquê? Porque há sempre um lado positivo em todas as más notícias.

Não acredita? Então, veja lá esta história. Em 1930, um pasteleiro alemão, desterrado no Estado americano do Missouri, resolveu fazer um bolo de café. O problema é que, com o seu jeitinho de Ela Mistério, colocou manteiga a mais na massa do bolo. Quando o tirou do forno, o resultado era um bolo molhado e pegajoso. Qualquer pessimista teria deitado o bolo directo para o lixo, o pasteleiro colocou-o à venda. Passados alguns minutos, o bolo tinha desaparecido. Mais de 80 anos depois, a receita é uma das mais famosas da pastelaria americana.

De facto, o bolo podia estar pegajoso, mas também estava fininho, molhadinho e com um irresistivelzinho sabor a manteiga. Tão irresistivelzinho que eu acho que o vou fazer hoje. A melhor receita que encontrei foi no fantástico blog The Domestic Rebel. Tudo o que vou precisar é de uma embalagem de preparado para bolo, manteiga, ovos, queijo creme, extracto de baunilha e açúcar de confeiteiro. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

5820e7a2150000d804532399.jpeg