Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

húmus de tomate seco e manjericão para enganar a fome ao fim da tarde

Nos últimos dias tenho tido tanto trabalho que nem tenho tempo para almoçar. A correria é tanta que como uma sanduíche a correr, uma fatia de quiche a guiar, um wrap à frente do computador… uma desgraça. Resultado: chego ao fim da tarde, a casa, esfomeada. E o que fazer para não comer o frigorífico e a despesa de uma só vez? Deliciar-me com este saudável húmus, que aprendi a fazer no blog Cooking Classy, que além de ser muito fácil, não engorda. Na verdade, o que não engorda é manter a boca fechada mas engorda pouco, vá…

Só preciso de uma lata de grão (a ideia é escorrer o grão mas guardar o líquido), tomates secos, azeite, sumo de limão, tahini, um dente de alho, sal e folhas frescas de manjericão. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

sundried-tomat-hummus3-srgb.jpg

 

como escolher a fila mais rápida num supermercado

Fico fascinado quando os cientistas se dedicam a temas realmente relevantes para a Humanidade. O que é que interessa como podemos chegar a Marte quando é possível descobrir a fila mais rápida num supermercado? Não tem argumentos para rebater, pois não? Calculei. 

Só para ter uma ideia da gravidade deste assunto, deixe-me dar-lhe uma informação rapidíssima: todos os anos, os americanos passam 37 mil milhões de horas à espera em filas. Desconfio que possa ser menos do que os portugueses passam só nas Finanças, mas mesmo assim é um verdadeiro flagelo social – tão grave que até já levou ao aparecimento de empresas que disponibilizam pessoas para ficarem nas filas, à espera, no seu lugar.

Já está suficientemente desanimado? Óptimo, era mesmo isso que eu queria. Então, aqui vão as boas notícias: a luz ao fundo das filas de supermercado. O prestigiado jornal americano New York Times preparou um profundíssimo artigo com os conselhos dos cientistas para esperar menos tempo para pagar as suas compras. O jornalista falou com professores universitários, matemáticos, psicólogos e especialistas em estatística para reunir os melhores conselhos para poupar tempo na caixa dos supermercados. E os resultados são surpreendentes.

supermarket-949913_960_720.jpg