Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

a receita que vai revolucionar a humanidade: batatas fritas douradas e estaladiças feitas no microondas

Há momentos na vida de uma pessoa em que percebemos claramente que estamos a fazer História. Foi o que me aconteceu quando atei sozinho os meus primeiros atacadores dos ténis, foi o que senti quando consegui dar quatro pedaladas seguidas numa bicicleta sem me atirar de cabeça para cima de um buxo de urtigas e foi o que se passou novamente este fim-de-semana na Mansão Mistério.

Não, não plantei a minha primeira árvore já depois dos 40 anos. Mas fiz as minhas primeiras batatas fritas no microondas, o que é quase a mesma sensação de homem realizado. Como é que eu fui capaz de passar tantos anos a cheirar a óleo e a suar do bigode à frente da fritadeira quando estava, mesmo aqui ao meu lado, esta fabulosa e facílima técnica do site The Kitchn que vai revolucionar a Humanidade?

Para fazer umas finíssimas e ultra-estaladiças batatas fritas, só vai precisar de seis minutos de microondas a rodar. E não há cá óleos nem rios de gordura a transbordarem para o seu prato. É tudo muito mais prático, muito mais higiénico e muito mais fácil. E melhor notícia ainda: pode fazer esta mesma técnica com uma mais deliciosa e mais saudável batata doce.

Tudo o que vai precisar para seguir a maravilhosa receita do The Kitchn é de batata (ou batata doce, como preferir), azeite e flor de sal.

267dc5d88ea63cb39ca68a6633ecdee55fc35fe6.jpeg

 

quiche de queijo sem farinha, uma receita deliciosa e facílima de fazer

Parece uma contradição mas olhe que não! Há lá melhor ideia do que fazer uma quiche sem ter a maçada e a trabalheira de fazer a base? É todo um novo conceito que abre um leque de possibilidades. A receita é do New York Times e vai ser o meu almoço de hoje. Só preciso de uma chávena com uma mistura de metade leite e metade natas aquecida, ovos, queijos Emmenthal, Gruyère e Cantal ralados, Parmesão ralado, sal e pimenta caiena, e manteiga.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

crustless-quiche-master675.jpg