Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

spaghetti com burrata, milho, tomate cherry assado e vinagrete de manjericão, a receita ideal para dias de calor

A senhora, minha mulher foi definitivamente expatriada da cozinha desta casa depois do jantar de ontem à noite. No meio de posts para escrever, emails para responder e vídeos para rever pedi-lhe um simples e inócuo favor: que temperasse os hambúrgueres que íamos comer ao jantar. É uma tarefa simples que não tem como enganar: é só deitar umas pedrinhas de flor de sal por cima do hambúrguer e já está. Tudo o resto – a delicadíssima tarefa de grelhar o hambúrguer sem o cozer – ficaria a cargo do nosso mini-chef Mistério que será um dia o Alan Ducasse da Reboleira.

Feita a tarefa com orgulho, a minha querida Mulher Mistério anunciou que os hambúrgueres estavam temperados na perfeição e podiam ser grelhados. Acontece que, ao sentar-me à mesa e ao espetar a primeira garfada no hambúrguer, percebi que, por baixo da fina camada do molho blue cheese delicadamente preparado pelo nosso querido Filho Mistério, estava uma fina película de plástico que envolvia o hambúrguer. Traduzindo: a minha prezada Mulher Mistério fez o favor de temperar os hambúrgueres ainda embalados pelo talho.

Isto tudo para anunciar que, depois de a ver terminantemente proibida de entrar na cozinha por toda a família, tenho finalmente liberdade para cozinhar um fantástico spaghetti de Verão que descobri no fabuloso blog Half Baked Harvest. Só tem ingredientes saudáveis, mas tem massa. E isso seria absolutamente proibido pela dieta Dela. No entanto, como não pode entrar na cozinha, não saberá o que aí vem. O máximo que admito é fazer esta receita com spaghetti sem glúten, o que já não é nada mau.

 

 

as minhas 3 receitas preferidas de papas de aveia

Já admiti aqui que estou completamente viciada em papas de aveia. Até parece mentira: eu viciada numa receita saudável, que não inclui pão, feijão, doces ou sobremesas hipercalóricas… Sou de facto uma mulher nova e, serei, um dia destes, uma mulher nova e magra, encontre eu força de vontade algures dentro de mim… Uma pessoa tem de começar por algum lado, por isso, a minha dieta recomeça todos os dias ao pequeno-almoço, com receitas saudáveis como estas. E hoje decidi eleger as minhas três receitas preferidas.

 

Papas de Aveia Vegan, Sem Glúten e Sem Açúcar 

19071617_S36kZ.jpeg

Esta receita do blog Oh She Glows fica ótima servida quentinha, mas o ideal é prepará-la de véspera, assim, no dia seguinte, só tem de aquecer as papas de aveia durante um minuto ou dois. A grande vantagem desta receita é que os ingredientes são todos vegan, sem glúten e sem açúcar, logo, super saudáveis: banana, sementes de chia, aveia sem glúten, canela, leite de amêndoa... E já sabe, pode abusar dos toppings: amêndoas, sementes de abóbora, canela, flocos de coco tostados, arandos ou cerejas secas... A escolha é sua! Encontre todos os detalhes aqui.