Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

como fazer o prato preferido de leonardo dicaprio (e de todos os outros nomeados aos óscares)

Prepare-se que isto não vai ser fácil de engolir – estou evidentemente a falar do que vou dizer, não da receita que vou dar. Está preparado? Então, aqui vai: no meio de todos os quilos de caviar, lagosta e até de ouro comestível, o prato preferido das estrelas de Hollywood no jantar a seguir à entrega dos Óscares é uma empada de galinha. Eu sei, não é fácil de aceitar, pois não? Mas é a mais pura das verdades.

Quem o garante é o próprio chef encarregue, há mais de 20 anos, de fazer o jantar no Baile do Governador. A empada já foi elogiada por Oprah Winfrey, Adele, John Travolta, Barbara Streisand e, claro, Leonardo DiCaprio, o grande vencedor da noite de ontem. Wolfgang Puck diz que mesmo os vegetarianos não resistem à empada de galinha. É claro que o chef coloca umas trufas pretas laminadas por cima, mas cá em casa acho que vou arriscar a receita no modo mais simples, tal como o fantástico BuzzFeed aqui sugere.

enhanced-24407-1456436779-2.jpg

 

 

pão recheado no forno com queijo, fiambre e ovo, um brunch perfeito para dias como hoje

DSC01537 (1).jpg
Quem gosta de lavar a loiça ponha o dedo no ar! Quem gosta de passar o dia na cozinha ponha do dedo no ar! Bem me parecia que ninguém se acusa. Hoje é dia de descanso, não é dia de trabalhos forçados, sobretudo em frente a um fogão. É dia de receitas que não sujem nem loiças nem panelas, que alimentem um pelotão e já agora que sejam em conta, com ingredientes baratinhos e, o melhor de tudo, que sejam facílimas de fazer.
Enfim, encontrei todos estes milagres reunidos numa só receita, do incrível e absolutamente extraordinário blog RecipeTin Eats. Só precisa de um pão redondo alto (tipo brioche), uma fatia de fiambre, um ovo, queijo mozzarella ralado e um pouco de cebolinho picado – a receita original (que pode ver aqui) sugere que ponha salsa, mas eu prefiro cebolinho. E foi isso que usei em casa, como pode ver no vídeo em baixo.

 

  

como fazer uma massa saudável para biscoitos (sem farinha nem glúten nem açúcar, claro)

Há uma pergunta que eu tenho andado para lhe fazer há muito tempo. É uma pergunta relativamente íntima, mas agora enchi-me de coragem e vou mesmo fazê-la. 

Posso?

Obrigado.

Por alma de quem é que costuma fazer biscoitos com massa de biscoitos? Eu sei que a resposta pode parecer evidente (nem que seja pela repetição da palavra "biscoitos"), mas não é. Especialmente, desde que esbarrei com esta magnífica receita do blog Ambitious Kitchen: uma massa de biscoitos feita de manteiga de amêndoas e cajus. E qual é a grande vantagem desta receita? 190. Não são 190 vantagens, é só uma mesmo, feita de 190 calorias. Cada dose desta massa só tem 190 calorias, 15 gramas de gordura e 2 gramas de açúcar. Em compensação, tem quase 6 gramas de proteínas. Não vale a pena explicar porque é que esta receita é infinitamente mais saudável do que uma massa normal, pois não? E ainda a pode comer crua à colherada, acrescentar a smoothies e a iogurtes ou servir por cima de fruta fresca.

IMG_5979-Edit.jpg

 

sabia que já foi servido um hambúrguer do mcdonald's no jantar dos oscars? veja aqui o que as estrelas comem

wolf1_1bct84n-1bct84s.jpg

Quando digo um hambúrguer do McDonald's é mesmo do McDonald's. Não é um hambúrguer gourmet tipo McDonald's. A história foi contada à revista Vogue pelo austríaco Wolfgang Puck que, desde 1994, é o chef responsável pelo jantar que é servido pelo governador do estado da Califórnia às principais estrelas de cinema depois da cerimónia dos Oscars. "Apareceu um miúdo no jantar e um membro do staff teve de ir a correr até ao McDonald's para lhe ir buscar um hambúrguer".

Captura de ecrã 2016-02-29, às 12.17.46.png

Esta não foi a única história insólita contada por Puck à revista. A cantora Adele, por exemplo, pede-lhe sempre para ele lhe fazer uma empada de galinha com trufas. E já tiveram de servir um convidado na rua, porque ele queria fumar durante a refeição.

 

bolo de canela numa caneca para fazer num minuto e meio no microondas

Vamos lá ter uma conversa séria. Vamos falar com toda a frontalidade. Vamos lá ser realistas... Eu não nasci para fazer dietas. Temos de assumir as nossas fraquezas. E esta é, sem dúvida, a minha maior fraqueza. Ainda hoje acordei cheia de boas intenções. Arrastei-me até ao frigorífico, olhei para os queijos frescos light desenxabidos, para os iogurtes com 32 calorias, revirei os olhos, deparei-me com as malditas maçãs no cesto... e tomei uma decisão: vou fazer um bolo numa caneca. Não vale a pena. A gula apodera-se-me da razão e eu já só penso que, em menos de cinco minutos, posso ter um delicioso bolo para o meu pequeno-almoço. E assim se resume a história da minha vida.

Pronto, já desabafei, já fiz a minha terapia diária, agora vou fazer esta fantástica receita do blog Five Heart Home. É facílima e tenho todos os ingredientes à mão: farinha, açúcar, fermento em pó, canela, leite, manteiga (derretida e arrefecida) e extrato de baunilha. Para o topping e para intercalar as camadas, vou precisar de mais açúcar e canela em pó. Se quiser saber as quantidades certas destes ingredientes para uma caneca, espreite aqui a receita original.

Snickerdoodle-Mug-Cake-Recipe-1-Minute-Microwave-b

 

 

o restaurante mais louco do mundo vai abrir em viena (e a comida vai ser levada à mesa numa montanha russa)

2396A27A00000578-0-image-106_1417370020038.jpg

Chama-se Rollercoaster Restaurant e é uma cadeia de restaurantes de fast food. Na verdade, não é bem fast food, é mais speed food, porque todos os pratos são servidos sem qualquer recurso a empregados. A comida sai da cozinha para a mesa através de uma montanha russa, com loopings, curvas apertadas e descidas vertiginosas.

No restaurante que existe em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, há 30 montanhas russas diferentes que funcionam em carris autónomos para não haver choques de pratos. Cada cliente faz o seu pedido num tablet que está na mesa, onde pode escolher o que quer vendo as fotografias.

 

queijo feta e tomate cherry assados no forno, uma receita de inspiração grega para aquecer este dia de inverno

Fim-de-semana de frio e chuva é sinónimo de ficar em casa à lareira e fazer receitas deliciosas e quentinhas. Os miúdos têm de estudar, eu tenho de os controlar, a Ele só lhe resta… cozinhar. E como mulher querida e atenciosa que sou, tratei de tudo.

Encontrei esta fantástica receita (do blog com o apropriadíssimo nome A Couple Cooks) para o meu amor, aliás, o amor da minha vida (técnica infalível! Como é que acham que eu consigo pô-lo a cozinhar?) fazer para o nosso almoço. Tratei de tudo.

Primeiro, encontrei a receita e, depois, coloquei os ingredientes todos em cima da bancada da cozinha: tomates cherry, um dente de alho, salsa fresca, um bloco de queijo feta, azeitonas, azeite, orégãos secos e flor de sal. Se quiser saber as quantidades certas destes ingredientes para 4 pessoas (só se servir como entrada, se for prato principal dobre as quantidades) espreite aqui a receita original.

Feta-in-the-oven-003.jpg

 

é restaurante, é bar e é absolutamente original: cada prato é inspirado nas 'viagens na minha terra', de almeida garrett

11951875_1651275631815665_8623076765104046320_n.jp

Pronto: aconteceu aquilo que mais temia, o Casal Mistério saltou para o lado de lá da ténue linha que separa a boa disposição da loucura. E vai escrever sobre literatura (rima e é verdade). Mais grave ainda: vai escrever sobre Almeida Garrett. Vamos fazer um passeio sobre uma das obras mais famosas do escritor: Viagens na Minha Terra.

Calma... não mude já para o blog da Lídia Jorge. O melhor é explicarmos esta loucura passageira. A culpa é do fantástico gastropub Casa Garrett, no Porto. Aberto há pouco mais de um ano, o restaurante tem um dos conceitos mais originais que já encontrámos: a ementa foi toda inspirada no livro do romancista do século XIX. Cada prato é de uma região diferente do país e as sugestões percorrem grande parte das Viagens na Minha Terra. Há, por exemplo, os chips de batata doce do Algarve, o paté de tremoço de Lisboa, as azeitonas com alho e poejo do Alentejo, o lombo de atum braseado dos Açores ou a tigelada de alheira de Trás-os-Montes. 

Mas antes de começar a aguar com a comida, vale a pena conhecer o espaço.

 

 

ovos quentes com “soldadinhos” de espargos, o brunch perfeito para fazer em casa este fim-de-semana

É sexta-feira! Yeaah! Amanhã é dia sem despertador! Yeaahh! E invariavelmente é dia de brunch cá em casa. Tão bom. Já aqui contei que os ovos quentes são quase um ritual na Mansão Mistério ao fim-de-semana. Ele adora fazê-los no ponto e os miúdos já os fazem sem a supervisão Dele.

Eu? Eu só como, claro. Mas o meu querido Marido Mistério, que é irritantemente magro, costuma acompanhar estes ovos (super saudáveis, diga-se) com uns palitos de pão torrado a que chama soldadinhos (mais uma tradição inglesa que Ele garante que “alegadamente” herdou da família – não sei se já partilhei aqui mas Ele acha que ainda é parente do Churchill).

O que para aqui interessa é que soldadinhos de pão torrado são incompatíveis com a minha eterna dieta. Por isso, amanhã, vou fazer esta receita do blog Clever Carrot, que substitui o malfadado pão por uns espargos enrolados em algo… potencialmente calórico, eu sei. Mas é tão bom… Só vou precisar de espargos, presunto, salame, ovos, azeite, sal e pimenta. Veja a receita original e as quantidades certas destes ingredientes para 4 pessoas.

IMG_0545_2new1.jpg

 

veja o vídeo dos leitores do casal mistério a trabalharem na cozinha do restaurante o talho (e ainda aprende a fazer um ceviche puro)

IMG_0477 (1).jpg

Primeiro, foram os petiscos que comeram na cozinha: ceviche puro de dourada com puré de batata doce, tártaro de novilho com algas nori, maionese de rábano e shots de vodka e ainda tudo o que picaram enquanto cozinhavam. Só depois é que veio o jantar: croquetes de cozido à portuguesa com maionese de chouriço, guiozas de bochecha de novilho confitada com creme de kimchi e tofu e um lombo de borrego com chutney, pão nan, iogurte e lentilhas.

Ficaram por aqui? É claro que não, mas eu vou ficar para não o fazer sofrer mais. Não é fácil ouvir a descrição detalhada de um jantar n' O Talho, mas foi por isso que nós tivemos de passar para saber como correu a última acção organizada pelo Casal Mistério: o sorteio de um jantar para duas pessoas à mesa com o chef Kiko. Quem diz à mesa, diz também à cozinha, porque os dois vencedores do passatempo, a Sofia e o Nuno, tiveram de vestir o avental e preparar o jantar com o Kiko Martins na cozinha do restaurante.

Infelizmente, nós fomos obrigados a ficar em casa enquanto sofríamos amargamente porque esta coisa do mistério impede-nos de andar na rua com a cara destapada. E, mais infelizmente ainda, não pudemos provar os pratos preparados pela Sofia e pelo Nuno com o chef Kiko, mas, pelo que percebemos, estava tudo fantástico.

Basta olhar para esta receita de ceviche puro que eles fizeram no Talho para perceber o que perdemos.

 

 

pão saudável e sem glúten? só podia ser de banana, pois claro!

Parece um bolo, mas não é. Parece que engorda mas, olhe que não… ao contrário: é saudável, não tem glúten e entrou diretamente para o Top 10 dos meus pequenos-almoços preferidos. Primeiro porque é delicioso, depois porque fiquei rendida à autora da receita: chama-se Josefine e é uma jovem dinamarquesa de 19 anos que criou o Sprouted Fig, um maravilhoso blog vegetariano com ótimas receitas e muitíssimo bom gosto.

O mais extraordinário é que começou o primeiro blog aos 15 anos! Por isso, não me surpreendeu que aos 19 tenha inventado esta incrível receita que, ainda por cima, é facílima de fazer – demora, ao todo, 30 minutos: 10 a preparar e 20 no forno. Só precisa de mel, azeite, iogurte, duas bananas grandes, 2 ovos, extrato de baunilha, amêndoas, flocos de aveia, e avelãs para o topping. Se quiser saber as quantidades certas destes ingredientes para o equivalente a um pão de forma, espreite aqui a receita original.

DSC_00432-680x1024.jpg

 

conhece o eduardo das conquilhas? então apresento-lhe o eduardo dos petiscos no mercado de carcavelos

12717748_524145077745757_3324591561433805960_n.jpg

Chegar ao Mercado de Carcavelos pode ser tão difícil como descobrir as Ilhas Kerguelen no mapa. Primeiro, o Google Maps mandou-nos para São Domingos de Rana. Depois, a minha querida Mulher Mistério decidiu que o caminho mais próximo seria por Matarraque. Até que, finalmente, uma simpática senhora na rua resolveu elucidar-nos sobre o trajecto correcto:

– É além.

– Mas... além, onde?

– É além.

– Mas será que me podia explicar o caminho um pouco mais detalhadamente?

– Ah, sim, claro! Segue em frente na rotunda e depois vira à direita. Passa por baixo da linha do comboio e está além.

Finalmente, consegui vislumbrar no horizonte uma ténue esperança de encontrar o Mercado de Carcavelos, mais de uma hora depois de ter saído de Lisboa – por sorte, decidimos ir no fim-de-semana, por isso tivemos tempo para nos perdermos.

 

5 dicas para cortar uma cebola sem chorar como um bebé

greens-266560_640.jpg

Este post é puro serviço público e vai mudar a sua vida. Depois de ler estas linhas, nunca mais vai chorar a cortar cebola como se estivesse a ver o fim do “A Culpa É das Estrelas” ou qualquer filme do Nicholas Sparks ou, pior ainda, “O Campeão” (sou tão antiga… quem se lembra?). O incrível site Pure Wow reuniu cinco espetaculares dicas para nunca mais provocar um mar de lágrimas na cozinha por causa das malditas cebolas.

 

novidade! novidade! o monte mar acabou de abrir em lisboa com uma esplanada em cima do rio (e o peixe fresco do costume)

galeria-12_thumb1 (1).jpg

Sinto-me o Marques Mendes a dar as grandes notícias em primeira mão ao País (talvez um pouco mais alto, mas de resto...). Então não é que, depois do novo restaurante japonês da chef, Anna Lins, abriu hoje o Monte Mar em Lisboa? Exactamente, o mesmo e famosíssimo Monte Mar da Estrada do Guincho, em Cascais, que, diga-se de passagem, pouco tem a ver com o Monte Mar do Mercado da Ribeira. 

 

noodles light com frango, legumes e molho de sésamo, o almoço ideal para levar para o trabalho

Esta maravilhosa receita do não menos maravilhoso blog Pinch of Yum é fácil de fazer, tem um molho de sésamo com manteiga de amendoim de chorar por mais e é saudável. Sabe porquê? Porque tem apenas 326 calorias. Sim, leu bem. 326 calorias. Estou tão feliz que era capaz de fazer como a Teresa Guilherme e vestir-me de Ana Malhoa e “ficar toda turbinada”.

Como diria o meu filho mais velho: “Noção? Cadê você?” Por isso, como feliz ou infelizmente a noção ainda abunda por esta Mansão Mistério, em vez de me vestir de Ana Malhoa, vou mas é vestir o avental e preparar esta receita deliciosa. OK. Quem vai vestir o avental é o meu querido Marido Mistério, mas eu vou dar-lhe apoio moral e antes vou comprar-lhe os ingredientes.

Para o molho de sésamo, Ele vai precisar de óleo de sésamo, vinagre de arroz, alho, gengibre fresco, sal, manteiga de amendoim, água, sementes de sésamo e flocos de pimenta vermelha. Depois, claro, vou ter de comprar peitos de frango, noodles de trigo sarraceno (há no El Corte Inglés e são bem mais saudáveis), um pepino, cenouras e coentros. Se quiser saber as quantidades certas destes ingredientes para 4 a 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

sesame-noodles-8.jpg

 

Pág. 1/4