Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

tosta de abacate com ovo estrelado, o melhor brunch de domingo

Acordou tarde? Está sem imaginação para o pequeno-almoço e daqui a bocado já é hora de almoço? Não se preocupe. Tenho a solução para todos os seus problemas: faça um brunch facílimo, delicioso, nutritivo e pasme-se: saudável! Esta receita do infalível blog simple green moms demora 10 minutos a fazer e promete animar qualquer manhã de domingo. Só precisa, por pessoa, de 2 ovos, 2 fatias de pão torrado, 1 abacate pequeno, 1 colher de chá de sumo de lima, sal e pimenta, e de salsa para decorar.

Skinny-Fried-Egg-and-Avo-Toast.jpg 

 

gin tónico de melão: a bebida ideal para celebrar o início do verão de são martinho

O meu pobre Marido Mistério anda cheio de trabalho, mal tem tempo para entrar na cozinha, por isso, anda profundamente infeliz, diria mesmo, miserável. Como sou a Melhor Mulher Mistério do Mundo (se não mesmo do Universo), decidi fazer-lhe uma surpresa para o animar. E qual é a única coisa que o faz sorrir em dias quentes como o de hoje? Um bom e original gin tónico. Como não sei distinguir rosmaninho de hortelã nem salsa de coentros, não me pus a inventar. Procurei, procurei e encontrei no fabuloso blog A Cozy Kitchen esta maravilhosa receita de gin tónico de melão. Além de ter um aspeto fantástico, não pode ser mais fresca e saborosa.

 

7 alternativas saudáveis ao leite de vaca (e não, não estamos a falar só de leite de soja)

Cookies_and_milk.jpg

Decidi apresentar a minha demissão irrevogável de bebedor de leite. Eu sei que podia ter dito consumidor em vez de bebedor mas, com uma palavra tão bonita como essa, porquê desprezá-la? Sim, eu era um bebedor de leite. Bebia litros de leite por dia. Até ao mês passado. Pelo menos, para já, deixei de beber leite. Como se sabe, em Portugal as decisões irrevogáveis não costumam durar muito. Mas, enquanto ela estiver em vigor, já fiz uma comparação das melhores e mais saudáveis alternativas à malfadada lactose. E são bastante mais do que se poderia imaginar. Afinal, o mundo não está resumido àquele sabor meio desagradável do leite de soja.

 

fios de abóbora com gruyère, pinhões e ervas aromáticas, uma receita vegetariana e saudável

Oh meu Deus! Esta vida de crítica mistério está a dar cabo de mim. Como é que eu vou conseguir emagrecer até ao Natal? Eu tenho dois grandes pesadelos na minha vida: a balança e o calendário. Fujo dos dois como o Diabo da cruz mas infelizmente tenho de os enfrentar. A balança, já se sabe, é a minha inimiga pública número 1; o calendário, por seu lado, impõe-me a pressão que preciso para subir para cima da minha inimiga pública número 1. Primeiro, foi o verão, ai e tal, tenho de estar estupenda para me enfiar num biquíni. Missão totalmente falhada. Agora é o Natal que se aproxima perigosamente. Missão praticamente impossível. "Nada é impossível", diria Gustavo Santos, esse grande guru da auto-ajuda. Ok. Vou acreditar em mim. Vou fazer acontecer. Vou agarrar o agora. A sério? Não, estou a brincar. Foi só mesmo para citar estes maravilhosos lugares-comuns do Grande Gustavo. Vou mesmo é para a cozinha fazer esta incrível receita do excelente blog Pinch of Yum. Os ingredientes? São quase todos light: abóbora esparguete, azeite, sal, alho, vinagre de vinho branco, salsa, manjericão, queijo Gruyère, pinhões tostados e pimenta preta. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

spaghetti-squash-on-plate-600x900.jpg

 

a melhor surpresa dos últimos tempos: a fantástica e criativa comida do boi-cavalo em lisboa (sim, é nome de restaurante)

Captura de ecrã 2015-11-05, às 20.22.40.jpg

É preciso ter muito pouco amor ao negócio para chamar Boi-Cavalo a um restaurante. E é preciso ter ainda menos amor ao carro para ir a guiar até Alfama. Tirando estes dois pequenos detalhes, ide em paz e que a fome vos acompanhe.

Este é um dos restaurantes mais criativos e irreverentes a que eu fui nos últimos tempos. Aqui toda a comida tem um toque diferente, original, imprevisível. E é isso que mais me fascina quando desloco os meus seis torneados abdominais para jantar fora. O resto – o ambiente, o barulho, o conforto – é secundário quando chegamos a um sítio onde a comida nos deixa de boca aberta (não de fome, mas de espanto!).

 

factos realmente relevantes sobre james bond: o que come e o que bebe 007?

james-bond-skyfall.jpg

“Room Service? Queria encomendar o pequeno-almoço: meio pint de sumo de laranja, três ovos ligeiramente mexidos com bacon, um café expresso duplo com natas. Torradas. Doce de laranja amarga. Anotou tudo?”.

 

 

descobri o paraíso na terra: os incríveis gelados artesanais vendidos em mini boiões da fini

10730094_807329355976786_2930492430815204206_n.jpg

E aqui estou eu, o Brise Contínuo, sentado a uma mesa com um gelado à frente, em pleno Novembro. Não é que esteja propriamente um calor de morte lá fora, é antes porque este gelado está simplesmente divinal cá dentro – da barriga, claro. E não venho falar da Olá, da Nestlé ou da Camy, venho falar da minha mais recente descoberta gastronómica: a Fini.

 

chips de parmesão, óregãos e pinhões, uma receita com apenas 4 ingredientes e que… não engorda (muito)

Parecem batatas

Mas não são

Parece que engordam

Mas olhe que não!

 

A comida tem este efeito em mim. Dá-me para fazer poesia e da boa, como podem ver! Mas quando descubro uma receita deliciosa e que não engorda (muito), fico assim: canto, danço, faço poesia, enfim... fico feliz. E a razão da minha felicidade de hoje é esta incrível receita do blog Not Enough Cinnamon: chips de parmesão, óregãos e pinhões. Além de facílima, demora menos de 20 minutos a fazer e só precisa de parmesão ralado, farinha, óregãos e pinhões. Se quiser saber as quantidades certas para 15 chips, espreite aqui a receita original.

12207971_10207252789854835_1802090138_n.jpg

 

 

um delicioso almoço de sushi de fusão?! à descrição?! por €12,90?! é isso mesmo! só é pena a barulheira à volta

946207_675981515750134_55364945_n.jpg

Entrar no Sushisan do Saldanha, em Lisboa, é como embarcar num avião de uma companhia low cost. Não é que tenha uma hospedeira à sua espera à entrada, mas tem a expectativa tão baixa como o investimento em manutenção de um avião da Ryanair.

 

pousada de lisboa eleita pela condé nast o “melhor pequeno e exclusivo novo hotel”

Lobby_Pousada de Lisboa.jpg

A cerimónia decorreu ontem à noite em Londres e a Pousada de Lisboa, do Grupo Pestana Pousadas, tem motivos para celebrar. Inaugurada em junho deste ano, já ganhou um dos mais disputados prémios internacionais: “Melhor Pequeno e Exclusivo Novo Hotel” (“Best Newcomer”), nos conceituados prémios de Excelência da Condé Nast Johansens 2016. As imagens que se seguem ajudam a perceber porquê:

 

 

trufas de chocolate picantes com apenas 4 ingredientes em 15 minutos? não, não está a sonhar!

Imagine umas trufas que conseguem ser ao mesmo tempo doces, amargas, salgadas e picantes. Agora imagine que só precisa de quatro ingredientes para obter esta incrível mistura de sabores e que consegue tudo isto em apenas 15 minutos… pode parar de imaginar e começar a procurar os ingredientes que se seguem na sua despensa. Esta receita do blog nutrition stripped é pura e simplesmente divinal e só precisa de chocolate preto (com 80% de cacau ou mais), leite de coco, flor de sal e pimenta caiena. Pode ainda acrescentar xarope de ácer (mas é opcional). Se quiser saber as quantidades certas para fazer 12 trufas, espreite aqui a receita original.

raw-chocolate-4-ingredient-truffles4-660x990.jpg

 

 

português foi eleito um dos 10 melhores fotógrafos de arquitectura do mundo: veja só estes hotéis fotografados por ele

Captura de ecrã 2015-11-02, às 15.41.05.png

A única coisa que se pode comparar com um bom hotel é um bom fotógrafo de hotéis. O hotel é ideal para passar umas férias de sonho, o fotógrafo de hotéis é fundamental para nos levar até essas férias de sonho quando o carro avariou ou quando a conta bancária gripou.

 

 

terra do sempre, um hotel de charme ideal para crianças (e onde nunca se cansa de sorrir)

11078128_835491653170733_6608528805959618242_n.jpg

Não há nada mais contagiante do que um sorriso… bem, os bocejos também contagiam, é verdade. Mas esses não nos fazem sorrir também. E a felicidade que as fotografias da família de Bárbara e Pedro, os proprietários da Terra do Sempre, transmitem é contagiante. Nada como ter coragem para arriscar, mudar de vida e concretizar um sonho de infância. Dá nisto. Em sorrisos como estes. Ao fim de 20 anos de profissão, a jornalista e o arquiteto decidiram trocar a cidade pelo campo. E com eles levaram os três filhos, uma avó, a empregada Luísa e o cão Monday.

 

 

doce de castanha, o melhor remédio para um dia de outono

Há doces e compotas e depois há o doce de castanha. Já provei uma variedade imensa de doces mas nunca até hoje consegui comer um doce que se equipare ao doce de castanha feito em casa da minha avó. Era pura e simplesmente divinal. E o dia cinzento de hoje fez-me recuar a esses dias de inverno da minha infância. Que saudades daquele doce! Mas como não sou de nostalgias e melancolias, resolvi reunir a nossa equipa de futsal na cozinha e decidimos tentar fazer doce de castanha. Como infelizmente a minha avó nunca partilhou a receita dela com ninguém (desconfio que não era ela que fazia mas ficava com os louros) inspirei-me nesta incrível receita do blog tangerine zest

15083747354_670f14eb2b_b.jpg

 

 

o que é que faz ao leite azedo? não diga que o deita fora! então veja lá esta receita...

Ok, está tudo doido: o homem ensandeceu de vez. Agora vai sugerir uma receita com leite estragado?!

Já estou a ver esses neurónios em pânico com a loucura que se aproxima. Mas antes que decida enviar este blog para a mailing list do Hospital Júlio de Matos – lugar que seguramente era merecido... – leia a justificação de Dana Gunders, cientista do Conselho de Defesa dos Recursos Naturais, nos Estados Unidos: o perigo na comida é causado por bactérias como a E.coli, salmonella ou listeria. "Quando o leite passa o prazo de validade, o processo natural de envelhecimento envolve um conjunto diferente de bactérias e enzimas" que não fazem mal à saúde.

Segundo Dana Gunders, o problema é o sabor horripilento do leite azedo, mas isso resolve-se cozinhando o leite. E, nesse caso, o sabor meio amargo pode ser uma delícia em bolos, doces, panquecas ou muffins. O único cuidado que tem de ter é confirmar se o leite já está a coagular, a separar-se ou a ganhar bolor. Nesse caso, deite-o fora porque pode ser perigoso.

Dana defende há muito tempo o reaproveitamento da comida, mesmo depois de passar o prazo de validade. Por exemplo, sabe que para produzir 2,5 decilitros de leite se usa a mesma quantidade de água gasta num duche de seis minutos? Foi para combater desperdícios destes que este ano Dana publicou o fantástico livro Waste-Free Kitchen Handbook (O Livro de Bolso para uma Cozinha sem Desperdício, em tradução livre). É lá que está esta fantástica receita de panquecas feitas com leite azedo.

1445154746313409678.jpg

 

 

Pág. 4/4