Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

alcachofras recheadas com queijo de cabra, uma entrada genial ou um almoço especial

Cá em casa somos todos fãs de alcachofras. Crianças incluídas. Comemos, muitas vezes, como entrada, cozidas com manteiga derretida ou com azeite e vinagre balsâmico. Quando descobri esta receita do blog a cookbook obsession entrei numa espécie de transe, por isso, não passa deste fim-de-semana. Temos mesmo de experimentar. Alcachofras com queijo de cabra? Como é que Ele, o meu querido Marido Mistério e Senhor e Mestre da nossa imensa cozinha, não se lembrou disto antes? Mas que entrada genial! E não pode ser mais fácil. Só precisa de 2 latas de corações de alcachofras, um queijo de cabra, parmesão ralado, salsa e cebolinho. Espreite aqui a lista completa dos ingredientes e respetivas doses.

Herb-and-Goat-Cheese-Stuffed-Artichoke-Bottoms-1.j

 

sabia que o atum em óleo é melhor para si? 5 truques para tornar as suas compras de supermercado mais saudáveis

Depois de bolos de manteiga, de hambúrgueres gigantes e até de pequenos-almoços carregados de Nutella, era preciso tomar uma decisão radical. A minha querida Família Mistério está a caminhar em passo acelerado em direcção ao abismo calórico. E eu decidi travar a fundo antes de ter de me mudar durante um mês para casa do Fernando Póvoas. A travagem começa no supermercado – com estes fantásticos conselhos dados pela nutricionista brasileira Cynthia Antonaccio à revista brasileira Boa Forma. Antes de comprar, tome atenção a estes detalhes. Vai ver que terá uma alimentação mais saudável. 

Aqui estão os meus cinco preferidos.

Supermarkt.jpg

 

 

bolo de manteiga numa caneca no microondas em 90 segundos? quero! que espetáculo!

É daquelas pessoas que, como eu, está muito bem na sua vidinha e de repente apetece-lhe uma coisa doce? Um bolo, por exemplo? Então vai adorar este post. Este bolo de manteiga, sugerido pelo Buzz Feed, faz-se numa caneca, no microondas, em 90 segundos. O ideal para desastres na cozinha como eu: fácil, rápido e sem ciência. A receita original inclui "cookie butter" que nunca encontrei em Portugal, por isso, como sou uma mulher muito prática, vou substituir por manteiga de amendoim. O que acham?

26809bef1a145340c0536c50828cc381.jpg

 

uma salada de rosbife servida num prato de wrap? ah, pois é! e aqui também há um delicioso hambúrguer de rosbife

10955505_1043239275702927_3423758585460660876_n.jp

Quem é o génio da natureza que vai a uma hamburgueria para comer uma salada?

Bom, se não houvesse esse tonzinho irónico na pergunta, eu responderia com mais coragem. Mas há momentos em que temos de assumir as nossas responsabilidades com a mesma frontalidade com que Joana Amaral Dias assume a sua nudez: sou eu! Sim, eu! Admito: fui ao novo Gutsy, em Carcavelos (também existe em Lisboa, junto ao Saldanha), para comer uma salada. E era bem capaz de lá voltar e passar pelo mesmo vexame.

 

abóbora assada no forno com iogurte grego, mel e nozes pecan... importa-se de repetir?

Se, como eu, adora batata doce, vai delirar com esta receita. A abóbora é quase tão doce como (passo a redundância) a batata doce, por isso, este original pequeno-almoço, ou almoço, ou lanche, ou jantar, ou o que lhe apetecer, é divinal. Ainda por cima, esta receita do blog ambitious kitchen é saudável, vegetariana e sem glúten. Para duas pessoas, só precisa de 1 abóbora média, 1 colher de chá de óleo de coco, meia colher de chá de canela, 2 colheres de chá de açúcar mascavado, 1 chávena de iogurte grego magro, 2 colheres de chá de mel e 2 colheres de sopa de nozes pecan partidas. Espreite aqui a receita original.

2-IMG_5678.jpg

 

 

novidade! novidade! abriu em cascais um dos meus restaurantes de fast food preferidos

10847866_1409733652651524_3256115760080202079_n.jp

Entrar num centro comercial, ir a um restaurante de fast food e poder comer um saudável tártaro de salmão é qualquer coisa como ver um deputado do PAN sentado na Assembleia da República. Não estava à espera, pois não? Então, se esse tártaro levar ainda cebola roxa, manga, molho de soja, sumo de limão, wasabi e cebolinho e for uma verdadeira delícia, a fasquia sobe em flecha. 

 

smoothie de beterraba, mirtilos, maçã e sementes de chia para digerir bem a noite eleitoral

Depois da maratona da noite de ontem o que é que precisamos para começar a semana em grande? De um pequeno-almoço hiper saudável e revigorante, recheado de vitaminas, sais minerais, antioxidantes e fibras, pois claro. E esta receita do blog love beets é ideal para uma segunda-feira de manhã. Os seus ingredientes são detox, aceleram o metabolismo, são energizantes, ajudam a digestão (muito útil para alguns que ainda não digeriram bem os resultados eleitorais), além de serem ótimos para acordar o cérebro e melhorar a memória (de outros que parecem tê-la de facto muito curta), só não acaba com a neura típica do início de mais uma semana (também não há milagres!) mas, pelo menos, dá energia e bom astral.

beet_berry_apple_smoothie_hero.jpg

 

o mais arrebatador tártaro de salmão dos últimos tempos (com gema de ovo por cima!)

IMG_1719.jpg

Estava eu aqui profundamente dividido entre publicar um longo texto sobre a vida e obra de Pedro Passos Coelho ou a obra e vida de António Costa, quando de repente se me fez luz: e se escrevesse antes sobre o novo restaurante do Mercado da Villa, em Cascais? Não será ligeiríssimamente mais interessante? Modestamente mais útil para quem está prestes a começar mais uma dura semana de trabalho e vai precisar de um sítio para almoçar? Sensivelmente mais apelativo para dar aqui um saltinho no próximo fim-de-semana?

Hmm... deixe cá pensar... se calhar... ok, não vale a pena responder.

O novo restaurante do Mercado de Cascais chama-se Stockholm Market e é um oásis de comida fresca e saudável no meio de um deserto de calorias. 

12032084_482006628646875_8319703141103037766_n.jpg

 

scones de laranja e tâmaras? porque não? quer melhor ideia para um brunch de domingo?

Confesso que estou a adorar este primeiro fim-de-semana de outubro. Com este tempo muito mais ou menos, já não tenho o meu querido e enérgico Marido Mistério a querer ir dar um mergulho à praia, andar de bicicleta ou a inventar mil e um programas saudáveis ao ar livre. Acreditam que até uma sesta consegui fazer ontem à tarde! Que maravilha! E o que é que apetece numa manhã de domingo de outono (ou numa tarde ou numa noite, pois claro!)? Uns scones quentinhos acabadinhos de fazer (prometo que não escrevo mais nenhum diminutivo). Mas estes são diferentes. A originalidade desta receita da infalível donna hay está nos ingredientes extra. Além dos óbvios (farinha com fermento, açúcar, leite e manteiga), esta guru da cozinha australiana junta-lhes casca de laranja ralada e tâmaras picadas. Espreite aqui as doses dos ingredientes para fazer 16 scones.

197916e3d6d77af0293400aa2e7fa138.jpg

 

 

precisa de uma inspiração para votar no domingo? gin sharish com infusão de maçã e canela

Hoje estamos em profundíssima reflexão. Não podemos pensar em política, não podemos falar de política, não podemos suspirar por causa da política – e o que isso me deixa tão arrasado. Logo um tema tão interessante como a política e temos de ficar em silêncio! É exactamente por isso que resolvi reflectir sobre temas realmente relevantes para o nosso futuro, como por exemplo qual o melhor gin para beber amanhã antes de me dirigir conscientemente até à urna de voto. E, depois de muito pensar, cheguei a uma conclusão: num dia de eleições temos de ser patrióticos. E o patriotismo levou-me àquele que é hoje um dos meus gins portugueses preferidos (a par do também magnífico gin NAO), o gin Sharish

Produzido no Alentejo, perto da magnífica vila de Monsaraz, é feito apenas com ingredientes nacionais: zimbro, sementes de coentros, laranja, limão, lúcia-lima fresca e a deliciosa maçã bravo de esmolfe. O resultado é um gin frutado e com um agradável aroma que se torna muito suave e tão agradável que pode ser bebido quase só com uma tónica Fever Tree e umas pedras de gelo.

O perfect serve (a receita aconselhada pela marca) é com cinco fatias fininhas de maçã bravo de esmolfe e com água tónica Fever Tree Mediterranean, mas eu fiquei rendido a esta receita do barman Daniel Carvalho, um dos fundadores da Gin Lovers.

11825632_849231101839932_2237485285352449181_n.jpg

 

 

 

novidade! novidade! vai abrir no oeiras parque um novo restaurante com menus biológicos, sem glúten, sem lactose e sem açúcar

The Cru_Açaí 4.jpg

Chama-se The Cru e é tão saudável, tão saudável que uma pessoa entra com 40 anos e sai convencida que tem 20. Estou a brincar! Mas este novo espaço que abre na próxima terça-feira, dia 6 de outubro, no food court do Oeiras Parque, anuncia-se como o primeiro e único restaurante que reúne nos seus menus todas as tendências da alimentação saudável, porque oferece alimentos biológicos, sem glúten, sem lactose e sem açúcares adicionados.

 

 

gelado de chocolate com batata doce, uma receita vegan e sem açúcar que vai mudar a minha vida

Acabou! A minha vida vai mudar radicalmente neste domingo. Independentemente do resultado das eleições, vai mudar. E porquê? Porque eu vou vestir o avental. Não, não vou aderir à Maçonaria, vou pela primeira vez na minha longa vida de geladófilo convicto experimentar uma receita que promete ser uma revolução cultural: este gelado de chocolate com batata doce. A ideia é do genial blog Top With Cinnamon. Em vez de adoçar o gelado com açúcar (que engorda) ou com banana esmagada (que deixa tudo com um sabor a banana), a ideia é adoçar o gelado com batata doce. E como eu sou fanático por gelado e doente por batata doce, estou tão eufórico como o António José Seguro ao saber dos resultados das últimas sondagens do PS.

Sweet-Potato-Chocolate-Ice-Cream-14.jpg

 

 

3 sugestões para refletir em consciência durante este fim-de-semana de eleições

53839094.jpg

Nunca mais é domingo! Nunca pensei escrever esta frase, porque eu gosto mesmo é do sábado, mas sinceramente não aguento mais a campanha eleitoral (valha-nos o “Isto é tudo muito bonito mas…” com o Ricardo Araújo Pereira em grande forma). Por isso, espero ansiosamente pelo dia das eleições e que ganhe… aquele em que eu vou votar, pois claro. Mas, até lá, há que refletir no sábado: longe das notícias e dos comentários políticos. Calmamente, em paz e sossego. E o melhor mesmo é enfiar-se num hotel de charme e deitar a televisão pela janela. E é com essa missão que aqui estou eu, com três sugestões para o fim-de-semana de reflexão para, tal como eu, votar bem e em consciência – ou não. São três lugares em contacto com a Natureza onde o silêncio é rei. Comecemos pelas novidades.

 

3 maneiras deliciosas de animar uma torrada de pão integral

Vamos lá aqui admitir uma coisa simples: o pão integral não é propriamente a coisa mais saborosa do mundo, pois não? Calculei. Antes dele, temos o pão alentejano, o pão de Mafra, a broa de milho, a broa de Avintes, o pão de leite, o brioche, o fofinho e todos os outros pães que eu devorava já aqui, neste preciso momento, sem pensar dois segundos nas consequências.

Mas o pão integral faz parte dos sacrifícios essenciais de quem aspira a ter uma barriga que se consiga sentar ao volante de um Smart. E foi por isso num estado de profunda euforia que eu encontrei esta indispensável lista do sempre útil Buzzfeed: 14 receitas de tostas e sanduíches que tornam o pão integral num sacrifício ligeiramente menos penoso. Eu escolhi as três melhores para começar a adoptar urgentemente cá em casa.

 

Torrada de Pão Integral com Ovo Escalfado

ovo-poche-torrada-integral_0.jpg

Pão, manteiga light e ovo escalfado com sumo de limão. Se preferir, substitua a manteiga light por abacate – também fica delicioso. A receita, tal como a foto, é do site M de Mulher e só tem 80 calorias. Veja o modo de preparação aqui.

 

 

 

muffins de cenoura e maçã sem glúten: mais saudável é difícil!

Macios e leves. Fofinhos e saborosos. Dourados e simples. Doces e saudáveis. Faltam-me adjetivos. Eu sei. Já pareço aquele anúncio: “Hum, que coisa doce tão fofinha!” A receita original destes muffins, do delicioso blog Minimalist Baker, é vegan, por isso em vez de ovo usa uma mistura de água com sementes de linhaça. Como cá em casa, ainda não somos vegan, adaptei a receita e optei pelo velho e infalível ovo. Chamem-me antiquada. O ideal é fazer de véspera para o seu pequeno-almoço ser rápido e saboroso. Também são ótimos para levar para o trabalho ou para os miúdos levarem para a escola.

Easy-wholesome-Carrot-Walnut-Muffins-Just-ONE-bowl

 

Pág. 4/4