Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

bem-vindos à melhor pizzaria do mundo

1475861_556178217810005_1511397044_n.jpg

A melhor quê?! Exactamente, a melhor pizzaria do mundo. Está a ver aquela pequena casa à deriva no mar, ao largo das ilhas Fiji?

 

 

gelado de iogurte grego com manga e pistácio (quem vai estragar a dieta hoje, quem é?)

Alguém resiste a este calor sem um geladinho? Eu até resistiria se não tivesse em casa quatro bocas esfomeadas a implorarem por um lanche diferente. Como estão a estudar para os testes eu faço tudo para lhes agradar... ou melhor, admito, reconheço, confesso: faço mesmo chantagem como eles, do estilo "Se conseguirem estudar durante uma hora seguida, concentrados, sem levantar a cabeça dos livros e sem falarem, preparo-vos uma surpresa para o lanche". Eu sei, não é a educação ideal, mas para grandes males grandes remédios. E, claro, resulta em cheio. Como estão ali sossegados a fingir que estão a estudar imenso, tenho de ter alguma surpresa pronta no frigorífico, porque não há maior crime para uma criança do que prometer e não cumprir. E foi assim que encontrei esta deliciosa receita do blog the white ramekins: gelado de iogurte com manga e pistácios.

mango-pistachio-frozen-yogurt-2.jpg

 

cheesecake de coco com base de frutos secos, uma receita saudável e deliciosamente boa

Quem foi o despotazinho que decidiu que a base de um cheesecake tinha de ser feita de bolacha? Quem?! Acuse-se, cidadão! Está escondido, não é? Pois fique V. Exa. sabendo que essa tirania acabou. Não há mais bolacha na base do cheesecake para ninguém. Muito menos bolacha Maria. Chegou a revolta dos frutos secos. Especialmente desde que descobri esta receita maravilhosa do blog All Day I Dream About Food, que não podia ser mais a cara desta família.

 

Ingredientes

Para a base

  • 1 chávena de nozes macadâmia
  • 1 chávena de coco ralado (sem açúcar)
  • 3 colheres de sopa de açúcar (ou adoçante para quem está de dieta – e nós estamos!)
  • 1/4 de colher de chá de sal
  • 2 colheres de sopa de óleo de coco (ou manteiga derretida se for para a desgraça)

Para o recheio

  • 700 g de queijo creme
  • 3/4 de chávena de açúcar (ou adoçante – mas atenção às quantidades)
  • 3 ovos grandes à temperatura ambiente
  • 2/3 de chávena de leite de coco gordo à temperatura ambiente
  • 1/2 colher de chá de extracto de baunilha
  • 1/2 colher de chá de extracto de coco

Para o topping

  • 3/4 de chávena de natas gordas batidas
  • 2 colheres de sopa de açúcar (ou adoçante)
  • 1/2 colher de chá de extracto de coco
  • 1/2 chávena de flocos de coco ligeiramente tostados

Coconut-Cheesecake-3.jpg

 

 

sugestões para o fim de semana de vento: onde comer nos mercados de lisboa e do porto

17745484_jZrBV.jpeg

Está vento, andam kitesurfs a voar pelas praias e árvores a passear pelas ruas. Digamos que não vai ser propriamente a altura ideal para se ir banhar nas águas salgadas do Atlântico. A não ser que queira levar o fato de mergulho. E o pára-vento. E as asas também para o caso de o pára-vento não chegar. Lamento ter de ser eu a dar-lhe esta triste notícia, mas 49 Km/h de vento na Caparica não é propriamente agradável. Este vai ser um fim-de-semana de ciclone, não um fim-de-semana de praia.

Mas pode ser também um fim-de-semana de mercado. E é por isso que estamos aqui. Para o guiar pelos recantos mais recônditos de dois mercados ideais para dias de tufão.

 

 

camarão com manteiga de alho e salsa para começar este fim de semana em grande

É sexta-feira

Yeah

Quero ir para a brincadeira

Yeah

Hoje acordei com a música inspiradora do Boss AC na cabeça. Feliz e bem-disposta. Já a sonhar com o fim-de-semana. E com as nossas aventuras gastronómicas, claro. Calor e bom tempo para mim são sinónimo de felicidade: praia, piscina, petiscos, imperial, vinho branco. Para Ele, o bom tempo resume-se a uma única obsessão: churrasco. E vou confessar aqui uma coisa: eu odeio churrasco (em minha casa, claro; adoro na casa dos outros). Detesto o cheiro a fumo, o frete que é esperar que a brasa pegue, a grelha para lavar, tudo. É um verdadeiro inferno. Por isso, decidi antecipar-me. Antes que ele proponha um churrasco para amanhã, vou sugerir este petisco maravilhoso, que se faz no forno e que só suja uma frigideira ou um tabuleiro. A receita, da infalível jo cooks, é facílima e deliciosa.

garlic-and-parsley-butter-shrimp.jpg

 

 

os melhores bolos do planeta estão aqui (sem exageros, claro!)

10690065_946106352083075_7477516672013051098_n.jpg

Hoje estou especialmente bem disposto. Em primeiro lugar, porque decidi adoptar o penteado à século XVIII do coordenador do programa eleitoral do PS – gosto daqueles caracóis laterais ao estilo Wolfgang Amadeus Mozart que aumentam a boa disposição de qualquer pessoa. Depois, porque acordei a sonhar com a sobremesa que comi, no outro dia, no Nós É Mais Bolos, no Mercado da Ribeira, em Lisboa – e isso cola um sorriso gigante na boca de qualquer ser humano.

Bom, para ser rigoroso e sincero é melhor não lhe chamar sobremesa. Talvez seja mais adequado usar a expressão "sobremesas". Não uma, não duas, mas três sobremesas. Eu sei, estamos a entrar no campo do distúrbio alimentar, mas sempre estava acompanhado da minha querida Mulher Mistério, que fez a delicadeza de dividir este banquete calórico comigo.

 

 

salada de quinoa, queijo feta, cerejas, alperce e hortelã, o meu almoço segundo a nova pirâmide dos alimentos

Depois de ler o post do meu querido Marido Mistério sobre a nova pirâmide dos alimentos, a minha vida mudou. Para ser sincera, o que mudou realmente foi o aspeto das prateleiras da nossa despensa. Ele é pacotes de cuscuz, de quinoa, latas de leite de coco, toda uma nova realidade... só o tofu é que ainda não teve direito a honras de despensa na Mansão Mistério. Peço desculpa, mas ainda não consegui atingir esse patamar. Lá chegaremos. Por isso, o meu almoço de hoje é esta deliciosa receita de um dos meus blogs preferidos, a house in the hills, com quinoa (palminhas), queijo feta, alperce e cerejas (a época já começou!).

a_house_in_the_hills_quinoa_stone_fruit_salad-3.jp

 

 

saiu uma nova pirâmide dos alimentos que aconselha a comer quinoa, cuscuz e leite de soja – e proíbe o açúcar

É a grande novidade do ano. Não, não estou a falar da forma correcta de pronunciar o nome Lopetegui. Estou a falar da actualização da Pirâmide dos Alimentos, que, pela primeira vez em 15 anos, foi alterada na Austrália. E porque é que isso lhe pode interessar tanto? Porque é esta pequena imagem que lhe dá as indicações essenciais para ter uma alimentação saudável. E porque, pela primeira vez, a pirâmide prevê alimentos como quinoa, cuscuz, tofu ou leite de soja. E retira outros como o açúcar ou as gorduras saturadas.

Veja aqui as novidades:

piramide.jpg

Açúcar e sal nem ver. Já estão naturalmente na comida e, por isso, não devem ser acrescentados quando cozinha. A Nutrition Australia, que elaborou a nova Pirâmide dos Alimentos, recomenda mesmo que toda a gente confirme os rótulos nos alimentos embalados que compra no supermercado – e evite aqueles que têm sal ou açúcar adicionados. O sal e o açúcar são responsáveis pelo aumento do risco de doenças cardíacas, diabetes tipo 2 ou alguns tipos de cancro. 

 

 

fui experimentar os pratos light do henrique sá pessoa no mercado da ribeira... e adorei!

Ponto prévio: jantar no Mercado da Ribeira pode ser uma experiência, ao mesmo tempo, surreal e divertida desde que se entre no espírito. Se gosta de um bom desafio, tipo “jogo das cadeiras” ou “quem vai ao ar perde o lugar”, este é o sítio ideal para si. Nós fomos cedo e sem pressas, durante a semana, e mesmo assim, encontrar dois lugares juntos numa mesa não foi tarefa fácil. Começámos por nos separar. Ele quis experimentar o Chicken All Round, o novo espaço do estrelado Miguel Laffan; eu não resisti aos apelos da ementa do restaurante do chef Henrique Sá Pessoa. E para variar, ganhei esta batalha em todas as frentes. Ele já relatou aqui a sua experiência, bem diferente da minha...

527584_498716946843272_992396958_n.jpg

 

 

salada de pêssego grelhado com presunto e pistácios (afinal é tão bom estar de dieta!)

À medida que o tempo passa (e este ano tem passado mais depressa do que nunca, não têm essa sensação? Cheira-me que deve ser da idade, típica conversa de velha), tenho vindo a acordar com um mantra na minha cabeça: "o verão está a chegar e eu não posso engordar" ou, mais grave ainda, "o verão está a aquecer e eu não consigo emagrecer!" Por isso, a minha mente (para desespero dos meus queridos filhos) está obcecada por três palavras: dieta, light e saladas. Mas como adoro comer, têm de ser saladas boas, com sabor, porque ninguém merece comer três folhas de alface e uma ervilha. Nem eu que assumo a minha culpa e aqui me penitencio pelo pecado da gula. Eis o meu jantar de hoje: salada de pêssego grelhado com presunto e pistácios (a receita da nom nom paleo é para duas pessoas, mas cheira-me que esta vai ser toda para mim).

tumblr_inline_nahmmlalS81qdei8m.jpg

Ingredientes

Para 2 pessoas

  • 2 chávenas de folhas verdes (alface, canónigos ou rúcula)
  • 1 pêssego, sem caroço, cortado em seis
  • 6 fatias finas de presunto
  • 1 colher de sopa de azeite extra-virgem
  • 2 colheres de chá de vinagre balsâmico
  • 1 colher de sopa de pistácios tostados com sal
  • Pimenta preta moída

 

 

posso contar-lhe um segredo? descobri o melhor gelado de amêndoa que esta boca alguma vez já provou...

...agora, pela santa, não diga a ninguém para o sucesso não lhes subir à cabeça. Combinado? Posso contar consigo? Então aqui vai. Mas vou dizer isto baixinho...

10590669_1496306950608282_3163708401831386598_n.jp

No fim-de-semana, fugi da tirania cá em casa. Inventei uma desculpa e disse aqui ao Kim Jong-un das dietas que precisava de levar os miúdos ao CascaisShopping para lhes comprar umas Paez. Eu sei, não faz muito sentido ir de Lisboa a Cascais comprar Paez, pois não? Mas já há uns tempos que queria experimentar os gelados artesanais do Sr. Gelado (o nome não é brilhante, mas sempre é preferível um nome assim do que mais uma variação previsível de um nome italiano).

 

 

sushi light sem arroz para se preparar para o verão

O Kim Jong-un cá de casa decretou este fim-de-semana que o sushi tinha sido banido das nossas vidas. A tirania da dieta está a consolidar-se aos poucos nesta família. Acho que vou chegar ao Verão a comer plantas e a beber água – mas só destilada para engordar menos.

Eu sei, já está aí desse lado com uma lágrima no canto do olho, a chorar de pena de mim. Aceito a sua solidariedade. E agradeço. Mas, antes de começar a estudar quais as melhores plantas para fazer no churrasco, resolvi procurar sushi light, o que é o mesmo que dizer sushi sem arroz. E foi assim que encontrei esta salvadora receita do blog The Clothes Make the Girl

makiroll.jpg

 

 

uma salada encarnada para o dia a seguir à vitória do benfica: toranja, salmão fumado e edamame com molho de hortelã

Estou de rastos. Fiz uma direta, depois de ter passado a noite aos saltos no Marquês de Pombal a festejar o bicampeonato. Estou a brincar! Não fui nada. Fiquei em casa refastelada no sofá a ver o "House of Cards". Mas hoje, inspirada pela vitória do Benfica, decidi fazer uma salada em tons de encarnado (bom, também tem uns tons de verde para agradar os adeptos do Sporting, peço desculpa aos portistas mas não é fácil encontrar ingredientes azuis). A receita é do fantástico blog dagmars kitchen e, além de ser muito fácil de fazer, é ótima para levar para o trabalho.

dagmars_kitchen_salmon_blood_orange_salad_4.jpg

 

 

sopa fria de meloa com iogurte grego, o meu jantar light de hoje (e só com 2 ingredientes)

O fim-de-semana está a acabar e eu estou a começar a deprimir. Entre almoços de família, festas de crianças e um calor de ananases, fiz um estrago na minha dieta... para variar. Uma pessoa chega à sexta-feira animada, com menos dois quilos, a pensar "é desta que chego lá", e quando dá por si no domingo, descobre que voltou à casa de partida. É triste, mas é a história da minha vida: cinco dias para perder dois quilos e dois dias para voltar a engordá-los. Bem, mas o que vale é que não sou de desistir facilmente. Por isso, desta vez, não vou recomeçar a dieta amanhã, recomeço hoje mesmo, e desta forma deliciosa: com uma sopa fria de meloa e iogurte grego, que vai ser o meu jantar. Com este calor, é tudo o que me apetece. A receita do blog delicooks é com melão, mas como tenho várias meloas cá em casa, vou alterar ligeiramente a receita original. 

300512_1338386342_56_cremafriamelong.jpg

 

 

novidade! novidade! abriu um restaurante de frangos de um chef michelin no mercado da ribeira (e nós não gostámos)

20150423_Chicken_All_Around_JS-7884 (1).jpg

- Boa noite. Como é que é este frango ML Style?

- Hmmm... Sei que tem vários ingredientes.

- Pois, isso eu desconfio que possa ser verdade.

- E sei que um dos ingredientes é espargos. É que há muita gente que não gosta... Mas o melhor é perguntar à minha colega ali.

Esta minha conversa não foi com o segurança do Mercado da Ribeira, em Lisboa. Nem com o responsável da manutenção. Foi mesmo com uma empregada do novíssimo Chicken All Around, o último restaurante do chef Miguel Laffan, o próprio do "ML". Dirigi-me diligentemente até à "minha colega ali" e repeti a pergunta.

A senhora olhou de forma atrapalhada para um conjunto de folhas à sua frente. Começou a virá-las freneticamente. Depois procurou no verso. E acabou por se virar para uma terceira colega, que estava atrás de si, a perguntar. E foi esta heróica senhora que conseguiu finalmente esclarecer esta minha dúvida hiperbólica. O frango ML Style é igual a um cachorro, mas com salsicha de frango.