Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

quadrados de chocolate com manteiga de amendoim, uma receita do outro mundo com apenas 5 ingredientes

Os nossos filhos veneram manteiga de amendoim quase tanto como idolatram Nutella. Eu confesso que prefiro manteiga de amendoim a Nutella. Chego a comer um boião inteiro à colherada. Se juntarmos chocolate, então… é o caminho até ao paraíso. Por isso, este fim de semana vai ser a loucura cá em casa. Vou comprar os 5 ingredientes (sim, ouviu bem, são mesmo só 5 ingredientes) e vou fazer a nossa equipa de futsal feliz (e mais gorda também, mas infelizmente é o preço da felicidade, pelo menos da minha). E como é que se faz esta maravilha que descobri no fantástico blog Half Baked Harvest? É tão fácil que até eu consigo fazer. O meu querido Marido Mistério já está a fazer aquele sorrisinho trocista. Vamos apostar? Onde está o avental?

5-Ingredient-Tripple-Decker-Chocolate-Peanut-Butte

 

casas do côro, um refúgio de charme onde queremos voltar

341201_322240567812153_1958690925_o.jpg

Nunca acreditei muito naquela fatídica frase “Não voltes ao lugar onde já foste feliz”. Aliás, sou apologista do oposto. Quando gosto muito de um sítio – porque guardo boas recordações ou porque fui bem tratada – quero muito lá voltar. Foi exatamente com essa sensação que fiquei quando, há muitos anos, passámos um fim-de-semana nas Casas do Côro. Na altura, (acho que foi em 2004 ou seria 2005?, a idade não perdoa!) tinha aberto há pouco tempo, a nossa equipa de futsal era menos numerosa, e havia muito menos quartos e casas no hotel do que há hoje. Por isso, quero muito lá voltar a conhecer toda a parte nova.

 

 

guacamole com romãs e manga: já imaginou um aperitivo mais original?

bestguacamolerecipe2.jpg

Se acha que guacamole é só abacate esmagado com sal, chegou a surpresa por que esteve silenciosamente à espera durante todos estes anos: uma deliciosa receita de guacamole com romã e manga. De um lado tem o picante da malagueta. Do outro, o doce da fruta. No meio, está a virtude – que é como quem diz, esta fantástica receita do blog A Cup of Jo.

 

 

a feitoria, um jantar de sonho num restaurante com uma estrela michelin

restaurant_feitoria02.jpg

Até aos 10 anos, para mim Michelin era a alcunha que me davam na escola – não por ser rápido, mas por ser parecido com o boneco empneuzado. Aos 20, percebi que Michelin era também a marca dos pneus do meu carro. E só aos 30, entrei no mundo dos restaurantes Michelin. Hoje, com 83 anos e quatro meses, sou um bocadinho céptico em relação a tudo quanto são estrelas.

(Ok, sou capaz de ter exagerado ligeiramente em relação à idade, mas não em relação às estrelas.)

O que para aqui importa é que um jantar num restaurante com uma estrela Michelin é uma experiência, mais do que uma refeição. E a experiência não começa quando uma pessoa se senta à mesa. Começa muito antes, no momento em que pega no telefone e decide que é ali que quer jantar.

 

 

granola caseira sem glúten, um pequeno-almoço saudável que pode ser feito na véspera

Esta é a receita ideal para fazer quando sente aquela necessidade súbita de esvaziar a despensa. Sementes, cereais integrais, especiarias, frutos secos, e afins… todos são os ingredientes ideais para fazer o quê? Granola, claro! Adoro granola e a nossa equipa de futsal é ainda mais fã, por isso o ideal é fazer em dobro, porque vai desaparecer num instante. Esta receita do fantástico blog Canelle et Vanille não tem glúten e é simplesmente maravilhosa.

EDOC8292.jpg

 

a sopa mais fácil e rápida do mundo: brócolos e parmesão (para fazer com 4 ingredientes em apenas 10 minutos)

Quando eu junto 10 minutos e 4 ingredientes na mesma frase, os olhos Dela abrem-se como os olhos do Homer Simpson à frente de um donut com recheio. É fatal como o destino: uma receita fácil e rápida é a cara Dela. Então se essa receita tiver brócolos, é a cara, a cabeça, o pescoço e o resto do corpo todo junto. 

É, por isso, com enorme satisfação que apresento a si, Senhora D. Ela Mistério, esta hiper-fácil, mega-saudável e ultra-rápida sopa de brócolos com parmesão e molho de soja que descobri neste delicioso blog

5362716535_a0d9f92610_o.jpg

 

 

mousse de café e chocolate para me 'aquecer' o dia

52ef3ddf2fb0114bf6db980db0da4ff6.jpg

Não é segredo para ninguém que o chocolate faz bem à alma, levanta o moral e consegue transformar um dia “não” num maravilhoso dia de sol. Não sei se é sinal da terceira idade a aproximar-me perigosamente de mim ou se é do próprio boletim meteorológico mas ultimamente tenho sentido um frio de rachar. Serei a única? Estou a precisar de uma injeção de açúcar com o meu ingrediente preferido: chocolate, ou melhor, com os meus dois ingredientes preferidos: chocolate e café. As minhas preces foram ouvidas e o espectacular blog Playful Cooking criou esta fantástica mousse que se faz em apenas 20 minutos e dá para 4 pessoas. Já estou a aquecer!

 

o cocktail de gin mais exótico que descobrimos para começar outra dura semana de labuta

Nada melhor do que começar uma semana de vento, frio e – pior do que tudo – trabalho com um cocktail diferente. E este Thandai é capaz de ser até diferente demais. Bebida típica da Índia e do Paquistão, a receita original mistura leite com frutos secos, sementes variadas e umas folhinhas de cannabis que fazem esquecer os dramas habituais de qualquer segunda-feira até no esconso mais remoto do planeta. Mas, como nós ainda não estamos na Índia nem no Paquistão, resolvemos trocar as folhinhas de cannabis por um pouco de gin Hendricks. Não é tão eficaz a fazer esquecer, mas é mais útil a evitar outro tipo de problemas. A adaptação é da revista Saveur.

7-recipes-thandai-friday-cocktail-800x1200 (1).jpg

 

 

dez almoços saudáveis e deliciosos para levar para o trabalho

Não sei se foi a crise, se foi esta moda de comer coisas saudáveis, biológicas, vegan, e outros que tal, ou se foi uma conjugação dos dois, mas o que é facto é que a copa do meu escritório à hora de almoço parece a fila das finanças ou o metro à hora de ponta. A moda da marmita pegou e, fora um cheiro ou outro a bacalhau e a peixe da véspera (“não havia necessidade”, como diria o maravilhoso Herman) acho muito bem. Mas sinceramente prefiro pratos com cheiros mais discretos, como as saladas, por exemplo. Por isso deixo aqui 10 sugestões de receitas deliciosas e práticas para levar para o trabalho, e, claro, cujo “aroma” não incomoda o colega do lado.

 

1. Salada Asiática de Frango com Molho Picante 

enhanced-buzz-12303-1420818262-5.jpg

Precisa de frango, cenouras, couve, sementes de sésamo, sumo de lima, molho de soja e outros truques que encontra aqui, na receita original, que pode ser incluída na famosa dieta Paleo.

 

 

4 irresistíveis invenções para ter na sua cozinha

O Homem chegou à Lua e nós chegámos à Internet. E, enquanto Armstrong deu um pequeno passo, nós preparamo-nos para dar um gigante salto para a Humanidade que gosta de cozinha. São quatro pequenas invenções que vão dar uma volta de 540 graus às nossas vidas. Ora veja lá – e até já.

 

Borrifador para limões

3_IMG_8426.jpg

2_MG_7882.jpg

Acabaram-se as mãos a cheirar a laranja ou os dedos impregnados de sumo de limão. Esta verdadeira descoberta da civilização moderna vai mudar a sua vida. Basta espetar este pequeno gadget num limão, numa lima ou numa laranja e borrifar. O sumo sai directamente do fruto para o prato. É ou não é maravilhoso?

 

 

novidade! novidade! abriu um novo wine bar no chiado com petiscos tentadores

10885347_1550679768505705_2953795750604793118_n.jp

E quando um homem esperava descansar tranquilamente durante o fim-de-semana, com um copo de Água das Pedras na mão e uma Renine na boca, eis que surge uma novidade para nos inquietar: um novo wine bar em Lisboa. E ainda por cima, com petiscos bem parecidos. Não pode ser. O mundo gastronómico português está a evoluir a uma velocidade que eu não consigo acompanhar.  

 

 

quem nunca sonhou dormir num iglo? o fim de semana na neve mais original de sempre

1500970_10151782335646783_1259602680_o.jpg

Meu querido Marido Mistério,

Tu queres uma caixa de gin caseiro para o Dia dos Namorados mas eu tenho uma proposta muito mais interessante para te fazer: que tal uma “escapadinha” (adoro a expressão, soa sempre mais barato) até ali à Suíça para um fim-de-semana de aventuras? Hum? Não, não é para um hotel qualquer, é para um iglo ecológico mas de luxo, obviamente. Não é uma ótima ideia?

 

 

ceviches, risottos de quinoa, espumas de ostra: fomos jantar à nova cevicheria e adorámos

11141230_842057202516665_7678617921079911020_n.jpg

Quando entrei na nova Cevicheria, em Lisboa, e, ao olhar para o tecto, vi que estava ali um polvo gigante pendurado à minha espera, senti-me o Capitão Nemo a ver pela primeira vez a lula astronómica que queria engolir o Nautilus. Não é fácil lidar com esta atracção que o chef Kiko Martins tem pelos filmes e séries de aventura: no Talho, há empregados com os intercomunicadores no ouvido à Star Trek; na Cevicheria, temos um polvo saído das 20 Mil Léguas Submarinas. No entanto, para provar as especialidades do chef Kiko, eu até era capaz de descer as cataratas do Niagara vestido de Pocahontas (estava a brincar, esqueça lá isso da Pocahontas, ok?).

A cozinha de Kiko Martins é uma das cozinhas que me dão mais prazer em Lisboa. Não é que seja a mais sofisticada nem a mais requintada, mas é seguramente uma das mais apaixonadas. E isso conta muito. Por isso, escolhemos a nova Cevicheria para cumprir a nossa primeira resolução de 2015.

 

 

os truques para fazer um chá de menta marroquino perfeito (o meu novo ritual pós-dieta)

E o resultado da minha dieta foi… o previsível. Nós somos o que nós comemos. Não tenho uma dúvida. Fosse eu esquisita, como muito boa gente que conheço, e era magra e estupenda. Mas não. Adoro comer e de tudo. Também não pensem que sou um batoque. Não. Podia era ser mais magra. Como diz o meu querido e adorável Ele, “mas não eras a mesma coisa”. Ele gosta tanto de cozinhar e de comer que prefere mil vezes uma mulher com uns quilos a mais do que uma chata que não come nada em casa. Estes 15 dias de dieta foram um suplício tanto para mim como para Ele. E compensou? Sim, perdi 2 kg. Não é mau, mas podia ter perdido muito mais se não tivesse cedido às inúmeras tentações que me apareceram pela frente.

O problema é que já não tenho 20 anos. Nessa altura, conseguia emagrecer 4 kg numa semana. Mas a verdade é que não fechei totalmente a boca. Dois quilos é melhor do que zero, certo? Por isso vou voltar a comer mas com alguns truques para me ir tirando a fome. Vou encher-me de chá durante o dia: não engorda, diminui o apetite, é diurético e é ótimo. E vou começar à grande e à marroquina: com o típico chá de menta. Se pensa que é só ferver água e atirar lá para dentro um saquinho de chá, está redondamente enganado. Esta receita do fantástico blog Honestly Yum tem todo um ritual e vários truques, por isso, é que é tão boa.

moroccan_mint__tea__3_1.jpg

 

presente para o dia dos namorados? um kit para produzir o seu gin em casa em apenas 36 horas

2014-0514_W-P-design_homemade-gin-kit_mid-012.jpg

Minha querida Mulher Mistério, aka Ela,

Este é um dia histórico. Conseguiste finalmente libertar-te dos tenebrosos grilhões da dieta. E mais histórico ainda: conseguiste cumprir as indicações à risca. Bem... quase à risca. Houve aquele pequeno deslize da salada com bacon e queijo azul. E aquele outro menos pequeno deslize das tostas de bagel com presunto e ovos escalfados. E aquela trinca sorrateira que deste no fudge de bolachas Oreo com leite condensado. E... não vamos continuar a expor a nossa intimidade aqui, pois não? 

O que interessa é que estás livre. Livre como uma pomba que paira mais leve sobre um Mundo de gigantescas tentações gastronómicas. E é para comemorar este dia que te trago uma pequena ideia (ou até talvez sugestão) para esse emblemático Dia dos Namorados que se aproxima a galope de todos nós.