Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

muito obrigado pelo melhor mês de sempre do casal mistério

melted_chocolate_1274717548-1.jpg

É o mesmo que mergulharem-nos numa fonte de chocolate cheia de morangos a boiar. Os resultados do Casal Mistério em Setembro deixam-nos com o nível de felicidade de um electrocardiograma de alguém com taquicardia. No último mês, atingimos as 89.624 visualizações e as 49.661 visitas. É uma subida de 37,9% em relação a Agosto e o melhor resultado de sempre do blog. Todos os dias, mais de 1.700 pessoas lêem o Casal Mistério. Todos os dias, graças a si, crescemos e já atingimos mais de 3 mil visualizações diárias.

É um resultado fantástico e uma enorme alegria que nos dão. Melhor do que isto só mesmo atirarem-nos para dentro da tal fonte de chocolate. Mas isso fica para a próxima. Por enquanto, reveja aqui os cinco posts mais lidos em Setembro.

  1. um cheesecake feito num minuto e meio? no microondas? sem açúcar? tem mesmo de ler este post...
  2. novidade! novidade! abriu em lisboa um restaurante de o deixar a babar (e onde pode almoçar por €12)
  3. novidade fresquinha: já fomos ao gomo, o restaurante de comida saudável que acabou de abrir no centro de lisboa
  4. osteria: um restaurante barato, alegre e surpreendente para este fim-de-semana
  5. como cortar o tomate cherry sem perder tempo

E obrigado por continuar a passar por aqui. Nem imagina o prazer que nos dá fazer este blog e escrever para si tudo o que nos passa pela cabeça. Esperamos que goste tanto de nos ler quanto nós gostamos de escrever. Ou de comer. Ou de beber.

 

Muito obrigado a todos os leitores onde quer que eles estejam,

Casal Mistério

fomos ao novo oui, moules & huîtres e adorámos (além de termos comido ostras a €1,50)

Quando eu entro num restaurante e vejo que a ementa é feita de ostras, mexilhões e vieiras, tenho a mesma sensação de satisfação súbita que percorre a espinha do Vítor Gaspar quando entra numa sala e tem à sua frente o FMI, a Comissão Europeia e o Banco Central Europeu. O prazer que Gaspar tem com a troika da austeridade eu tenho com a troika do marisco. E posso garantir que a minha troika é muito mais saborosa para mim e muito menos inofensiva para si.

Agora imagine o que senti ao entrar num restaurante que se chama Oui, Moules & Huîtres.

 

 

vichyssoise de batata doce com sementes de abóbora e gengibre (super saudável, claro)

Não é segredo para ninguém que adoro batatas. Então, batata doce nem se fala! Quando descobri que a batata doce é muito mais saudável e que engorda menos do que a normal senti mais ou menos a mesmo emoção que Pedro Álvares Cabral sentiu quando descobriu o Brasil. Diz que é rica em antioxidantes, betacaroteno (não faço ideia o que seja mas presumo que faça muito bem à saúde) e vitamina C. Por isso, esta receita de Sarah Britton é praticamente a descoberta do fogo na minha vida: uma vichyssoise, clássica, com alho francês, só que em vez da batata normal, faz-se com batata doce. De génio! Outro truque: em vez de leite ou natas, use feijões. A sopa fica mais cremosa e aveludada e claro, mais saudável. A cereja em cima… da sopa (neste caso) são sementes de abóbora e gengibre, torradas e estaladiças.

 

Pág. 4/4