Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

vídeo: como fazer um frosé de sangria só com 5 ingredientes (ou seja, um granizado de sangria rosé com morangos)

IMG98772.jpg

São os últimos cartuchos de calor. O Verão acabou na quinta-feira, mas ainda temos direito a um fim-de-semana de praia. E isso é motivo mais do que suficiente para festejarmos. Com uma sangria? Não era mal pensado, mas um fim-de-semana de Verão em pleno Outono exige uma coisa mais especial: uma sangria gelada de rosé com morangos. Na verdade, não é bem gelada – é mais congelada. No fundo, é um granizado de sangria rosé. Ou, se lhe quiser dar um nome mais gourmet, um frosé (frozen + rosé).

Tudo o que precisa de fazer é congelar o interior de uma garrafa de vinho rosé e depois seguir estes passos aqui em baixo. Prefere seguir a receita em vídeo? Também se arranja. Afinal, este é um fim-de-semana de festa.

 

 

hotel casa palmela, um refúgio de luxo e tranquilidade com vista para a serra da arrábida

hotel-casa-palmela-gallery_mg_0470_19202.jpg

Confesso que, mal li a notícia de que tinha aberto o primeiro hotel de 5 estrelas em Setúbal, fiquei boquiaberta. Primeiro porque estranhei ainda não haver nenhum naquela cidade, depois porque fiquei encantada com as fotografias. E, claro, não descansei enquanto não fomos lá passar um fim-de-semana.

hotel-casa-palmela-gallery_mg_7047.jpg

 

pizza de uvas e ricotta: será que o jamie oliver vai trazer esta receita para o seu novo restaurante de lisboa?

Não fique ansioso. Se ele não trouxer esta divinal pizza, pode sempre fazê-la em casa porque a receita tem tanto de deliciosa como de simples. E fica tão bem bem ao jantar como ao pequeno-almoço ou à sobremesa. A mistura das uvas meio caramelizadas com o queijo ricotta dá um toque doce e fresco à pizza. E depois ainda tem uns pinhões tostados por cima para me deixar ainda mais babado.

Melhor ainda: para fazer esta receita do Jamie Oliver, só precisa de 15 minutos e de sete ingredientes. Isto se comprar a massa da pizza já pronta. Em alternativa, pode sempre fazer a massa em casa, seguindo a receita dele aqui. Mas eu, à sexta-feira à noite, sou um fiel adepto do mínimo trabalho possível com o máximo de sabor garantido. Especialmente desde que descobri a massa de pizza fininha e estaladiça pronta a utilizar.

Além da massa, separe uvas brancas e pretas cortadas ao meio, uma colher de sopa de pinhões, alecrim fresco, açúcar (a receita original é com açúcar de baunilha, mas eu vou fazer com açúcar mascavado), vinho branco e queijo ricotta. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

4b08b621b7294b4aa2499542a905f40e--grape-recipes-veggie-recipes.jpg

 

novidade! novidade! abre segunda-feira no príncipe real um restaurante de brunches e almoços saudáveis

É já na próxima segunda-feira, dia 25, às 10h, que o novíssimo Naked abre as portas na Rua da Escola Politécnica, onde estão as nascer restaurantes como cogumelos. Para já, abre em regime de soft opening (que é o conceito a que todos os novos espaços recorrem para justificarem ou anteciparem eventuais desgraças nos primeiros dias) das 10h às 18h, mas a ideia é também servir jantares num futuro próximo.

naked.png

 

taças de presunto crocante com queijo de cabra e figos, um aperitivo original e delicioso

Estou com aquela sensação agridoce de fim de verão. Por um lado, tenho pena de que a minha estação do ano preferida esteja a acabar mas ao mesmo tempo já me apetece que chegue o frio, a lareira acesa, os édredons, o vinho tinto acompanhado de aperitivos deliciosos e originais como este que descobri no site Pop Sugar. Estas tacinhas de presunto são ideais para cocktails ou jantares volantes: comem-se à mão e têm a minha fruta preferida: figos.

Que mais pode uma mulher desejar? Um Marido Mistério para fazer esta maravilha, pois claro.

O meu querido Ele só vai precisar de 4 ingredientes: fatias de presunto, queijo de cabra, figos cortados em quartos e vinagre balsâmico. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original. 

371c5d743351c5b9_Baked_Proscuitto_Cups_with_Figs_and_Goat_Cheese.jpg

 

os 32 minutos de espera para trazerem a ementa do chef ljubomir stanisic no sublime comporta

18057068_975361382599594_5909737731060378394_n.jpg

Antes de qualquer outra coisa, tenho de fazer uma declaração de interesses: estou a escrever este texto com o mesmo nível de stress que o pai do Marty McFly sentia cada vez que se aproximava do Biff, no filme Regresso ao Futuro. Não é que o chef Ljubomir Stanisic costume bater na cabeça das pessoas a perguntar se está "Anybody home", mas convenhamos que escrever sobre um restaurante supervisionado por alguém que aparece no jornal Expresso a destruir uma mesa de jantar com um martelo para demolir paredes é tudo menos tranquilizador. Especialmente se tivemos de esperar mais de meia-hora para que nos trouxessem a ementa das sobremesas. Mas já lá vamos. Antes, é preciso falar da decoração deste hotel na Comporta, perto de Grândola.

 

 

novidade! novidade! o novo restaurante de diogo noronha abre já para a semana com peixe, marisco e comida biológica

Chama-se Pesca e é a grande novidade do dia. Na próxima terça-feira, dia 26 de Setembro, o chef Diogo Noronha, ex-Rio Maravilha e ex-Casa de Pasto, vai abrir o seu novo restaurante no Príncipe Real, em Lisboa. Para já, sabe-se que a ementa vai andar à volta do peixe e do marisco cozinhados de forma criativa. A acompanhar, haverá ingredientes biológicos: cogumelos, couves, batata doce, espinafres selvagens ou beringelas, por exemplo.

Há meses que Diogo Noronha está a trabalhar na nova carta e, na sua página de Instagram, tem revelado algumas experiências que fez, como este tentador prato.

1.png

 

 

spaghetti de courgette com ervilhas, crème fraîche e pesto, uma receita para repetir sem culpas

Quem está de dieta, ponha o dedo no ar! OK! Não desanime, não está sozinho ou sozinha nesta luta. Eu, já se sabe, recomeço todos os dias, sempre com um sorriso na cara. Sobretudo quando descubro receitas como esta do espetacular blog Top with Cinnamon. E não pense que é difícil fazer este esparguete de courgette. É bem mais fácil do que eu pensava. Se não tiver em casa um espiralizador, pode fazer os fios de courgette com um ralador normal. Basta passar a courgette inteira pelo lado com os buracos maiores do ralador.

De resto, vai precisar de uma courgette média lavada, azeite, um dente de alho picado, molho de pesto, crème fraîche (ou queijo creme ou ricotta), ervilhas, sal e pimenta, raspas de limão e queijo Parmesão.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

Zucchini-Spaghetti-015.jpg

 

 

está farto de comer peitos de frango ao jantar? então, é porque ainda não viu esta receita

– Oh, paaaaaaaaaaaai! (a repetição de "a" não é exagero, os meus queridos Filhos Mistério conseguem ser bastante arrastados a dizer a palavra "pai" quando têm alguma reclamação a apresentar) Frango, outra vez?! Os leitores do blog, por acaso, sabem quantas vezes por semana é que nós comemos frango nesta casa?

– Sim, sabem. E compreendem-me: porque também chegam a casa estafados, às oito da noite, por isso não têm propriamente tempo para fazer o Bife Wellington que vossas excelências gostariam de comer.

Confesso que estamos a chegar ao limite nesta casa. O frango é fácil e rápido de fazer, mas está a começar a deixar os Mini-Misteriosos à beira do golpe de Estado. E eu serei o líder deposto. Por isso, hoje tenho de inovar. O que vale é que a conversa me deu uma óptima ideia: e se fizesse mesmo um Bife Wellington? (Com frango, claro, que a economia pode estar a crescer, mas o bife do lombo ainda não chegou a esta casa...)

A receita é do fantástico blog Damn Delicious e não é um Bife Wellington puro. Leva uma cobertura de massa folhada, mas depois leva uma mistura de queijo no interior que torna tudo ainda mais delicioso. Grande vantagem: só demora meia-hora a preparar.

Tudo o que precisa é de peitos de frango já cozinhados (se for os restos da véspera, melhor), massa folhada, brócolos partidos em pedaços, queijo cheddar ralado (ou outro queijo de que goste mais – eu acho que vou usar Queijo da Ilha), natas azedas, maionese e alho em pó. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

59b969b4190000250056392f.jpeg

 

 

bananas caramelizadas no forno com iogurte grego, um pequeno-almoço com apenas 226 calorias

- Há lá coisa melhor do que uma banana caramelizada? - Pergunto eu.

- Não estavas de dieta? - Pergunta a minha consciência.

- Estava. Mas agora vou fazer uma pequena pausa e recomeço dentro de uma hora.

O que é um pequeno parentesís na vida de uma pessoa? Eu sei que sou uma fraca mas não consigo mesmo resistir a esta receita que descobri no site Delicious MagazineComo dizem os D.A.M.A: “Não dá, não dá, não dá…”

A receita original inclui rum mas eu vou dispensar o ingrediente alcóolico porque estou seriamente a pensar em fazer esta maravilha para o meu pequeno-almoço. Na prática, tem tudo o que os nutricionistas veneram: tem fruta, tem iogurte e tem frutos secos. Claro que também leva açúcar mascavado e manteiga, mas isso agora não interessa nada. O que interessa é que são só 226 calorias por pessoa. Também não é nenhum drama!

Para fazer esta delícia, vou precisar de bananas, manteiga, açúcar mascavado, xarope de ácer, avelãs, pistácios e iogurte grego.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

cdecf81861eb336c20a77dbfaed57e00.jpg

 

 

crepes de frango no forno para preparar em apenas 15 minutos: serão estes os crepes mais fáceis de sempre?

Segunda-feira é provavelmente o dia mais difícil da semana. E não estou a falar só da semana do Rui Vitória depois de jogar contra o Boavista. Não. Segunda-feira é aquele dia de sacrifício em que contamos penosamente as horas até à próxima sexta-feira. Em que nos arrastamos pesadamente pelo escritório a imaginar o próximo gin tónico à beira-rio. Em que entramos em casa directamente para o sofá. Em que somos capazes de subornar o filho mais velho para ele nos fazer o jantar. 

Segunda-feira devia ser sumariamente abolida do calendário. Em vez de acabar com feriados, o país devia acabar definitivamente com a segunda-feira.

Mas enquanto isso não acontece, não me resta outra alternativa senão encontrar um jantar tão fácil de preparar que me faça passar pela cozinha como um verdadeiro Speedy González.

Hoje tenho uma fantástica receita do blog Recipe Tin Eats que só me vai obrigar a estar 15 minutos de avental à cintura. Trata-se de uns fantásticos crepes de frango feitos com tortillas prontas em vez de uma massa demorada. Além disso, levam frango desfiado que pode ser aproveitado dos restos do fim-de-semana. Mas o melhor é ver a lista dos ingredientes.

crepes.jpg

 

 

a nossa próxima viagem romântica: um cruzeiro de sonho pelos rios da europa

Meu querido Marido Mistério,

O verão está a acabar e, para não deprimir, já estou a planear a nossa próxima viagem. Eu sei que tu nunca queres gastar muito dinheiro, eu é que sou a descontrolada e a gastadora da família, tu és o ponderado, o sensato, enfim, o maçador e o desmancha-prazeres. Uma pessoa tenta sonhar e Ele invariavelmente atira-me com baldes de água fria, os chamados banhos de realidade.

Por tudo isto, procurei uma solução que agrade aos dois: na Europa, o que é simpático porque os voos são mais baratos; e um cruzeiro por destinos românticos e bucólicos porque, com a nossa vida infernal, estamos a precisar de empandeirar os miúdos para irmos namorar.

E foi assim que descobri estes cruzeiros nos rios mais famosos da Europa, como o Danúbio, o Reno, o Sena ou o Ródano.

4426DBD000000578-0-image-a-1_1505125244185.jpg

 

 

3 jantares facílimos para fazer no microondas, num domingo de preguiça

Se a Rainha Isabel II tem pronto, há mais de 30 anos, o discurso a anunciar a III Guerra Mundial, eu tenho de ter preparada, pelo menos, uma ideia para o nosso jantar de logo à noite. O problema é que hoje é domingo, o dia em que a preguiça se instala nesta casa com a mesma inevitabilidade com que o Fernando Mendes se instala nos fins de tarde da RTP. E, por isso, preciso de uma receita que consiga juntar o sabor de um petisco gourmet com a facilidade de um prato de fast food.

Felizmente, o Buzzfeed preparou uma lista com jantares fáceis e rápidos para cozinhar no microondas com apenas 5 ingredientes. Para já, estes são os três finalistas que eu escolhi para o jantar de hoje. Agora vou colocar à consideração da minha querida e prezada Família Mistério que votará no seu preferido. 

 

Batata doce recheada com queijo e brócolos

batata.jpg

 

 

abacates recheados com salada de atum e grão, o almoço mais saudável de sempre

É fresca, surpreendente e saudável. Esta receita, do blog The Modern Proper, é ideal para aqueles dias em que acorda tarde e lhe apetece um brunch, só que, tal como eu, não pode perder-se com panquecas e outras tentações típicas de um brunch convencional.

No fundo, estamos a falar de uma salada dentro de um abacate. Só que não é uma salada qualquer, não senhor! Tem atum fresco, iogurte grego, queijo feta e outras delícias saudáveis. É um excelente almoço de domingo.

Só precisa de abacates, atum fresco de boa qualidade, iogurte grego natural, azeite, sumo de limão, coentros, grão, sal, pimenta, alho em pó, paprika, cebola picada, rabanetes, queijo feta e molho picante.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

IMG_3862.jpg

 

 

sangria de vinho verde para fazer em 15 minutos

Depois do tufão que ontem passou por Lisboa, acordei hoje com uma certeza na cabeça: preciso urgentemente de aproveitar os últimos dias de sol, antes que comece a chuva e o cheirinho a castanhas (esta parte gosto). E, por isso, decidi fazer hoje uma maravilhosa e facílima sangria de Vinho Verde que encontrei no fantástico blog Minimalist Baker.

Na verdade, encontrei esta preciosidade totalmente por acaso. Estava eu à procura de sangrias quando choquei de frente com uma fotografia de uma garrafa onde dizia Aliança – Wines of Portugal. Como qualquer ferveroso patriota, fui logo ler para perceber como é que um blog americano do Oregon tinha descoberto um vinho tão português. E foi então que percebi que infelizmente não descobriu: apesar de estar a usar o portuguesíssimo Vinho Verde Aliança, a blogger elogiava o "irresistível vinho branco de Espanha" da marca Aliança. Espanha?! Vinho Verde?! Aliança?! Como é que é possível?! Daqui a nada, temos Vinho do Porto de Badajoz.

Ultrapassada a minha mini-indignação, ao melhor estilo Padeira de Aljubarrota, não me resta outra alternativa senão fazer esta sangria com VINHO VERDE PORTUGUÊS! Tudo o que vou precisar é de uma garrafa de Vinho Verde, açúcar de cana, conhaque de maçã (como Calvados), maçã, lima, limão, pêssego e morangos – tudo cortado às fatias. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

sangriavinho.jpg